Pesquisar neste blog

SOBRE

Por que Conhecimento e Fé?

Trabalho com o ensino de novos cristãos desde 2004, com grupos bastante heterogêneos, com idades bem variadas (de adolescentes a idosos) e provenientes de diversos outros grupos religiosos. Numa busca por constante aperfeiçoamento (“aquele que ensina esmere-se no fazê-lo...”) constantemente procuro elaborar um modelo (minha formação em Ciências Exatas e minha vocação de professor me obrigam a isso) didático da vida cristã, que seja de fácil compreensão, memorização e ao mesmo tempo bastante abrangente em princípios bíblicos, que facilite o entendimento aos novos na fé do que é e como ser um cristão. Foi com base neste modelo que organizei todo o conteúdo e recomendações deste blog:



Num diálogo constante, não apenas com os alunos, mas principalmente com pessoas mais “velhas” na fé, tenho percebido que muitos cristãos infelizmente têm optado por uma de duas visões deficientes do cristianismo:

A primeira é profundamente comprometida com Deus e suas leis, entendendo que a vida cristã não é apenas uma compreensão racional da doutrina, mas um relacionamento com o Deus vivo. Esta comunhão com Deus afeta o mais profundo do nosso ser e enche nossa alma de alegria, transbordando efusivamente em nossas emoções. Como é lindo ver o relato emocionado de alguém que teve uma dessas experiências transcendentes com o Divino! Porém, se por um lado são tão zelosos na vida espiritual, por outro lado muitos desprezam o conhecimento objetivo de Deus, revelado e obtido por um estudo sério e dedicado das Escrituras Sagradas, afinal de contas “a letra mata”. O resultado é que justamente nesse meio é que proliferam as mais loucas e transviadas heresias corruptoras do cristianismo, que cinco minutos de leitura bíblica preveniria. Mal sabem que seu desprezo ao estudo da Bíblia e da teologia é influência de uma cultura anti-intelectual presente em grande parte da sociedade brasileira e estão influenciando a igreja cristã com isso. Os adeptos dessa visão são numerosos no Brasil, e, como diria o Dr. David Martyn Lloyd Jones: são sinceros, mas errados.

A segunda visão é profundamente intelectual, alimentada por um fervoroso desejo de aprender sobre a Bíblia, Cristianismo, Deus, etc. São pessoas que têm um verdadeiro prazer pelo conhecimento e se dedicam sem reservas ao estudo da Bíblia e da teologia. O problema surge quando têm mais prazer em estudar sobre Deus do que se relacionar com Ele. Deus torna-se um objeto de estudo, uma tese, uma doutrina a ser examinada, e não um ser pessoal que fez o maior sacrifício de amor para restaurar o relacionamento entre Criador e criatura. Sabem tudo sobre oração, mas raramente oram. Tudo sobre homilética, mas não evangelizam. Tudo sobre hermenêutica e exegese mas não conseguem extrair da Bíblia alimento espiritual que sacia a alma. São mestres em teologia sistemática mas nunca viveram a vida cristã, não ouvem a voz de Deus e nunca experimentaram rios de água viva fluindo do seu interior. Têm o conhecimento, mas não a experiência. Como se não bastasse ainda zombam da emoção daqueles que tiveram uma experiência sobrenatural.

São duas visões aleijadas. Têm sua parcela de verdade, mas são incompletas. Por quê separar uma vida cristã piedosa de um estudo sério e comprometido das Escrituras? Como unir o conhecimento com a fé? O objetivo deste blog é auxiliar os cristãos a viverem a vida cristã de maneira integral, ajudando a suprir uma possível carência em qualquer uma dessas áreas. Quer ter uma vida mais espiritual? Quer se aprofundar no seu relacionamento com Deus, ser cheio do Espírito Santo? Aqui você encontrará indicações de sermões, artigos, sites e livros de verdadeiros mestres da vida interior! Alguns deram a própria vida por amor a Cristo. Homens dos quais o mundo não era digno! Outros, ”mesmo mortos, ainda falam”.

Quer ter uma compreensão mais profunda da Bíblia? Entender todo o mundo e a realidade à sua volta pelas lentes da Bíblia? Como cada área da sua vida se relaciona com Cristo? Como o cristianismo responde às perguntas mais fundamentais da humanidade? De onde viemos? Qual o nosso propósito? Há sentido no universo ou na humanidade? Aqui também há excelentes indicações de alguns dos maiores eruditos cristãos, que dedicaram suas vidas ao estudo das Escrituras e/ou ao relacionamento do Cristianismo com as mais diversas formas do conhecimento humano, da filosofia à ciência, para a formação de uma cosmovisão cristã.

Como no modelo apresentado, todo o material, seja o conteúdo em si ou indicações, estão agrupados nos dois blocos principais (vida espiritual e cosmovisão cristã). Deixo uma sugestão: se você conhece bem os autores de um desses blocos, mas nunca ouviu falar de nenhum do outro bloco, talvez haja uma lacuna no seu conhecimento nesta área. Sugiro começar a navegação no site por ela. Minha intenção é que este simples blog ajude a edificar a Igreja de Deus.

Do vosso irmão e servo, Daniel Solano

Nenhum comentário:

Postar um comentário