Pesquisar neste blog

22 de mar de 2017

A intensa busca do ser - João Carlos Amorim

“Com minha alma te desejei de noite, e com o meu espírito, que está dentro de mim, madrugarei a buscar-te; porque, havendo os teus juízos na terra, os moradores do mundo aprendem justiça.” (Is 26:9)

O que eu quero é adorá-Lo. Me render a Ele. Honrar a Sua Pessoa. Manifestar a Sua glória entre os homens. Tudo o mais é supérfluo, é passageiro e se torna insignificante.

Quando olhamos e miramos a eternidade com o Eterno assentado em Seu Trono de Glória e Poder, aquilo que é passageiro e momentâneo deixa de ser o mais importante e passamos a viver para a eternidade, e é aí que precisamos ainda mais de ter um relacionamento mais profundo, mais abundante, mais preciso com Deus, pois o nosso interior irá clamar por isso.

Encontrar a Deus, ser tomado pelo Espírito Santo, ser testemunha de Cristo é o máximo que um homem pode alcançar nessa terra. Conhecer ao Senhor se torna a busca necessária para a vida daquele que olhou para Ele e encontrou Nele o sentido de sua existência.

O que mais vale na vida de um homem do que a sua própria alma? E qual o valor que ele dá a ela? Isso vai depender do que ele está disposto a seguir e a acreditar durante a sua vida.

Aquele que encontra um tesouro dá sua vida e tudo o que tem por ele. O homem dará a sua alma pelo seu tesouro, e o seu coração se encherá de disposição de descobrir o grande valor que esse tesouro lhe proporciona, esse será o propósito de sua vida.

Conhecer a Deus é ir além da superfície religiosa e comum da qual a maioria das pessoas estão acostumadas. Conhecer a Deus vai além de um culto dominical, de uma reunião de um grupo de estudo, de um retiro espiritual de um final de semana.

Conhecer a Deus vai além de uma vigília em um monte, de uma reunião de oração uma ou duas vezes por semana.

Conhecer a Deus é se entregar ao silêncio de um quarto fechado, é se entregar a Deus em meio ao dia turbulento e barulhento, é se dedicar em se deleitar na meditação em Sua Palavra gloriosa, é em todo o tempo manter Cristo no centro de seus pensamentos e vontades.

Conhecer a Deus é saber que Ele é amoroso e também rigoroso. Quem busca um conhecimento profundo com Deus sabe que precisa ser reverente e dedicado e ele tem paixão por assim ser, pois sabe que o “temor do Senhor é o princípio do conhecimento”.

Ir em busca de uma maior revelação da Pessoa de Cristo e não se satisfazer apenas com aquilo que comumente falam sobre Ele.

Todo mundo sabe que Ele é bom, é Todo-Poderoso, é Amoroso e mais, muito mais ainda, mas o que você sabe sobre Ele que a maioria não sabe, o que você compartilha Dele que as pessoas ficam extasiadas e perplexas ao te ouvir.

Ah, quem me deras falar Dele e sobre Ele com tanta paixão e entusiasmo que os que me ouvissem pensassem que eu tivesse acabado de sair de uma audiência pessoal com Ele.

Ah, quem me deras conhecer a Cristo e ter intimidade com Ele a ponto de atrair Sua presença aonde quer que eu fosse, e sendo assim muitos O conheceriam através da minha vida.

Buscar a Deus não pode ser isso o que dizem por aí, tão fácil, tão simplório, tão superficial, tão medíocre, tão mesquinho, não, é muito mais do que isso. É repousar em Sua presença, é vasculhar suas Palavras, é meditar em Seus maravilhosos conselhos, é se entregar aos Seus Mandamentos, é clamar noite e dia por um encontro real e precioso com o Espírito Santo, que nos revelará o Pai e nos fará conhecer a Cristo.

Buscar a Deus é ir além dos modismos, das sugestões práticas, dos sete passos, das dez dicas, das facilidades. Buscar a Deus é se comprometer a não deixa-Lo em ‘paz’ até que Ele Se manifeste a nós, até que Ele venha, até que Ele Se revele além do que estamos acostumados.

Chega de um cristianismo teórico e pragmático, cheio de coisas que não trazem a verdadeira substância da adoração ao Senhor, precisamos nos empenhar em uma busca contínua, ininterrupta, constante, perseverante, zelosa, temerosa e profunda por Deus.

Jesus Cristo salvou nossas vidas e nós o que fazemos para conhece-Lo mais?

A minha alma clama por saber mais sobre Ele, por passar mais tempo em silêncio em Sua presença, atento à Sua voz, clamando com o coração para que Ele Se manifeste mais intensamente a mim, isso fará toda a diferença em minha vida e na vida de que estiver próximo a mim, não por ser eu, mas por ser Ele em mim.

Que a Sua presença seja real em minha e em sua vida, que possamos nos empenhar ao extremo por conhece-Lo além da superfície, que possamos ir mais profundo em Seu conhecimento, em um relacionamento mais intenso com nosso Senhor Jesus.

Que possamos transbordar, sermos inundados, sermos abraçados, completamente absorvidos pela intensidade de Sua presença, e reverenciá-Lo com temor e tremor, e aí os outros O conhecerão através de nós. Eles saberão que estivemos com Ele, que estamos com Ele e, então, eles virão adorá-Lo conosco.
Pr João Carlos Amorim

Nenhum comentário:

Postar um comentário