Pesquisar neste blog

30 de nov de 2015

Abraham Kuyper e a Transformação Social - Rev. Heber Campos Jr.

Se você se interessa pela relação entre cristianismo/cultura/sociedade, este é um excelente vídeo para se conhecer o grande pensador cristão Abraham Kuyper!

2 de nov de 2015

Cinco visões sobre apologética - Steven B. Cowan

O livro Five Views on Apologetics [Cinco Visões sobre Apologética], editado por Steven B.
Cowan, leva o leitor a comparar e contrastar formas diferentes de “fazer” apologética:
"O objetivo da apologética é responder persuasivamente objeções honestas que mantém as pessoas longe da fé em Jesus Cristo. O livro Five Views on Apologetics examina o “como fazer” da apologética, colocando cinco visões importantes sob o microscópio: clássica, evidencial, pressuposicional, epistemologia reformada e caso cumulativo. Oferecendo um fórum para apresentação, crítica e defesa, este livro permite que os contribuintes interajam com os pontos de vista diferentes." 4 ª capa, Five Views on Apologetics
O que segue é um excerto da introdução do livro:

26 de out de 2015

Livro: - Ravi Zacharias

Este livro foi escrito por Ravi Zacharias, um dos mais respeitados apologistas cristãos da atualidade, e é uma resposta ao livro ateísta "Carta a uma nação cristã". Aqui, Zacharias mostra as contradições e falácias utilizadas na "Carta" - e também por muitos ateus - para atacarem o Cristianismo. Mas não espere por um longo tratado de apologética. O livro é bem curto e se atém aos temas tratados na "Carta", mas nem por isso dispensável, pelo contrario! O que achei mais interessante foi o estilo do Ravi Zacharias de nunca desprezar o lado emocional ao lidar com as questões, inclusive porque na "Carta" foram utilizados muitos argumentos morais. Muito bom!

Sinopse:  Deus é real ou é fruto da sua imaginação? Os cristãos têm debatido inutilmente com outras religiões em nome de um Deus inexistente? Quando Sam Harris atacou o cristianismo em Carta a uma nação cristã, os críticos chamaram o livro de “magnífico”, e uma geração de leitores — centenas de milhares — foi atraída por sua mensagem. Profundamente incomodado, o Dr. Ravi Zacharias, ex-ateu, sabia que tinha de responder. Em A morte da razão, Zacharias destaca a confiança na Bíblia aliada à fé no poder e na bondade de Deus. O autor refuta com determinação argumentos de que Deus nada mais é do que produto da imaginação e que os cristãos normalmente praticam intolerância e ódio no mundo todo. Quer você tenha lido Carta a uma nação cristã quer não, A morte da razão é a exposição da completa falência da visão ateísta de mundo. Se você não leu o livro de Harris, a resposta de Ravi continua sendo um conjunto de argumentos, poderoso, apaixonado e irrefutavelmente sólido a favor do pensamento cristão. A clareza e a esperança demonstradas nestas páginas alcançam os leitores que conhecem e seguem a Deus bem como os que o rejeitam. Na resposta imbatível e sustentadora de Ravi Zacharias, você aprenderá:
- A verdadeira natureza do mal
- A absoluta falência do novo ateísmo
- A coexistência da religião e da ciência
- A fundamentação da moralidade
Editora Vida

19 de out de 2015

O Deus Ausente - Augustus Nicodemus

E quando o sofrimento se torna tão terrível que parece que fomos abandonados por Deus? Este é o tema dessa pregação do Rev. Augustus Nicodemus.

8 de out de 2015

Como Restaurar o Fervor Espiritual - Hernandes Dias Lopes

Terceira e última mensagem do Hernandes Dias Lopes na Conferência Fiel.

28 de set de 2015

O uso e abuso da história da igreja - J. G. Vos

A história da Igreja Cristã, se corretamente considerada e usada, pode ser uma grande fonte de força, sabedoria e estabilidade para o cristão sério. Por outro lado, a história da Igreja, quando considerada erroneamente e usada de maneira equivocada, pode ser uma pedra de tropeço, uma ocasião de fraqueza e estagnação. Há três atitudes para com a história passada da Igreja que são erradas e que podem somente impedir a força verdadeira e o progresso no testemunho da Verdade. Essas três atitudes são: [1] Romantizando o passado; [2] Absolutizando o passado; e [3] Desdenhando o passado. Consideremos cada uma delas.

1. Romantizando o Passado

Romantizar o passado significa dar-lhe, em nosso pensamento, uma qualidade ideal ou perfeita que de fato ele não possui. Frequentemente isso envolve o anacronismo de ler o presente no passado, em vez de ver o passado e interpretá-lo como aquilo que ele realmente foi.

22 de set de 2015

Resumo do livro: Apologética para questões difíceis da vida - William Lane Craig

Para saber mais obre esse livro clique AQUI.

21 de set de 2015

Livro: Apologética para questões difíceis da vida - William Lane Craig

Este foi um dos melhores livros que li nos últimos anos, devido à importância e atualidade dos temas tratados. Craig fala de como lidar com a dúvida,com orações não respondidas e o fracasso, como responder ao problema do mal e ao pluralismo religioso e qual a perspectiva bíblica (com forte amparo filosófico e científico) sobre o aborto e a homossexualidade. Como disse: importantíssimo e atualíssimo! 

Em casos como esses em que um grande número de assuntos são tratados em um único livro não devemos esperar por muita profundidade. Entretanto, apesar de ser um livro introdutório, é suficiente. O livro responde, e bem, a todos os argumentos populares, midiáticos, e até alguns filosoficamente sofisticados, dando ao leitor uma base sólida para responder suas próprias dúvidas e armá-lo para um debate.

O livro foi escrito para cristãos com o objetivo de ajudá-los na caminhada cristã. Talvez por isso percebemos nas entrelinhas o forte sentimento religioso, fé e confiança em Jesus cristo de Craig. Dependendo do tema, o livro assume um tom de aconselhamento, ou até mesmo de pregação, tornando a leitura mais agradável e menos árida, como costuma ser a literatura apologética! 
Enfim: imperdível! Para ver um resumo do livro clique AQUI.

Sinopse: Por que Deus não responde às minhas orações? Se Deus é onipotente, por que o mal existe? Se Deus é tão amoroso, por que sofremos? Qual é o significado do sofrimento para o cristão? Como ele deve lidar com suas dúvidas?

Todo aquele que busca compreender as razões de sua fé acaba se deparando com questões complicadas como sofrimento, dúvida, fracasso, existência do mal e orações não respondidas, mas muitas vezes, em meio a nossa sociedade cada vez mais culturalmente estagnada, não encontra respostas bem elaboradas, francas e inteligentes.

Além de tratar dessas, o autor, William Lane Craig, que é doutor em teologia e filosofia, também encara de frente questões espinhosas da atualidade que envolvem as polêmicas do aborto e da homossexualidade. Se você está procurando um livro de apologética que apresente uma reflexão bíblica, profunda e honesta sobre questões difíceis da vida, esta obra, ao contrário do que se tem visto por aí, trata desses problemas de forma menos apressada e mais aprofundada.  O objetivo é que este livro possa ajudá-lo em sua busca de compreender o plano divino, afinal, com diz em 1Pe 3.15, é tarefa de todo cristão estar sempre preparado para responder a todo aquele que lhe pedir a razão da sua esperança.
Editora Vida Nova

14 de set de 2015

Avivamento, Obra Soberana de Deus - Hernandes Dias Lopes

Avivamento é uma necessidade! Você crê que Deus pode avivar sua Igreja hoje?

6 de set de 2015

Fé e Trabalho - Jonas Madureira

Uma visão cristã do trabalho. E você o que pensa?

1 de set de 2015

Andando com Deus em Tempo de Apostasia - Hernandes Dias Lopes

13 de jul de 2015

Um Homem Zeloso - Charles Spurgeon

Meia dúzia de palavras ditas por uma mãe carinhosa a um menino que está prestes a sair de casa para
iniciar um aprendizado podem cair como suave orvalho do céu sobre ele. Algumas frases de um pai amável e prudente, ditas à filha ainda não convertida, quando ela inicia sua vida de casada, e a seu marido, gentil e carinhosamente escolhidas, podem fazer daquele lar uma casa de Deus para sempre. Uma palavra gentil de um irmão para sua irmã, uma breve carta escrita por uma irmã para seu irmão, mesmo que seja apenas uma linha ou duas, pode ser a seta da graça de Deus. Já vi até mesmo coisas pequenas como uma lágrima ou um olhar ansioso operarem maravilhas.

Talvez você já tenha ouvido a história de Whitefield — que, sempre que se hospedava na casa de alguém, costumava conversar sobre o futuro da alma de cada membro da família anfitriã — pessoalmente com cada um deles. Entretanto, certa vez pernoitou na casa de um coronel que era tudo o que alguém poderia desejar, menos cristão. Whitefield ficou tão satisfeito com a hospitalidade e tão encantado com as qualidades do bom coronel, de sua esposa e de suas filhas, que achou muito difícil lhes dizer que tinham que tomar uma decisão a respeito de Jesus, algo que não teria sentido se eles tivessem sido menos amistosos. Ali ele ficou por uma semana, e durante sua última noite o Espírito de Deus o visitou, de modo que não conseguiu dormir.

17 de mai de 2015

Recomendações para jovens com dificuldade em evangelizar

Alguns conselhos simples, mas verdadeiros!

22 de fev de 2015

Afinal! Pra que serve a Fé? - João Carlos

15 de fev de 2015

Querem Apagar Sua Luz - Paulo Junior

7 de fev de 2015

Islamismo é a religião que mais cresce no mundo

Uma nova pesquisa divulgada por Dick Slikker, do grupo cristão de consultoria Project Care, que os números globais de cristãos tem se mantido estagnado. Enquanto isso, o Islã disparou em sua abrangência nos últimos anos. Os números do Project Care analisam uma comparação do número de cristãos e muçulmanos entre 1900 e 2010.

Nesse período, a proporção de seguidores do cristianismo permaneceu quase a mesma. Já o Islã quase duplicou o número de membros. Cristãos eram 34,5% da população em 1900, totalizando 32,9% em 2010. Muçulmanos, que eram 12,3% da população mundial no início do século passado, atualmente são cerca de 22,5%.

A maior queda do cristianismo foi na Europa Ocidental, com diminuição de 30%. Slikker acredita que a redução no número de cristãos é devido ao “aumento do materialismo, o secularismo, o racionalismo e a rejeição da noção de autoridade espiritual”.

31 de jan de 2015

Classificação da Perseguição Religiosa 2015 - Portas Abertas

Veja os países onde os cristãos são mais perseguidos:

22 de jan de 2015

Cuidado com os Cães - David Wilkerson

Por mais que você tenha caído, ou muitos pecados cometidos, Cristo é a solução pra você! Se você ainda tem dúvidas do amor de Deus por você, veja a pregação abaixo:

16 de jan de 2015

Então, o islamismo é uma religião Pacífica? - Solano Portela

O mundo está chocado com mais essa demonstração de violência de militantes muçulmanos ocorrida na França. Chefes de estado se preparavam para participar da marcha de repúdio aos assassinatos, neste domingo 11 de janeiro de 2015, que reuniu milhões de pessoas, quando o presidente da França François Hollande emitia essa declaração: “Esses terroristas nada têm a ver com a religião muçulmana”. Nesse meio tempo, a imprensa divulgava as palavras de um dos terroristas, Amedy Coulibaly, o homem que tomou de assalto o supermercado judaico em Vincennes, responsável por cinco das 17 mortes contabilizadas nesses atos de violência. Uma emissora de rádio gravou toda a sua argumentação e defesa dos seus tresloucados atos e de seus companheiros. Ele fundamenta a violência e os assassinatos exatamente na fé muçulmana que professa. 

13 de jan de 2015

Evangelismo universitário e a igreja - Dave Russell

Embora o câmpus universitário ofereça uma excelente oportunidade para a evangelização, também
pode ser desafiador ultrapassar o abismo entre a igreja local e o câmpus universitário.

Os câmpus universitários muitas vezes parecem “uma cidade dentro de uma cidade”. Eles têm sua própria cultura, seus próprios calendários, sua própria (e estreita) demografia. Enquanto muitas pessoas estão em casa escovando os dentes e se preparando para dormir, estudantes universitários podem estar pensando que esteja na hora de pedir uma pizza e começar a trabalhar em um artigo científico de dez páginas. Quando comecei o ministério no câmpus aos 22 anos, eu me parecia com os alunos do câmpus. Agora, aos 36 anos, eu chamo a atenção se estiver em um alojamento universitário. Por essa e tantas outras razões, há um abismo a transpor.

4 de jan de 2015

Vencendo a Depressão - Charles Swindoll