Pesquisar neste blog

30 de jan de 2014

Como Reconhecer uma Seita? - Augustus Nicodemus Lopes


Existem milhares de religiões neste mundo, e obvia­mente nem todas são certas. O próprio Jesus advertiu

seus discípulos de que viriam falsos profetas usando Seu nome, e ensinando mentiras, para desviar as pessoas da verdade (Mateus 24.24). O apóstolo Paulo também falou que existem pessoas de consciência cauterizada, que falam mentiras, e que são inspirados por espíritos enganadores (1 Timóteo 4.1-2).

Nós chamamos de seitas a essas religiões. Não estamos dizendo que to­dos os que pertencem a uma seita são deson­estos ou mal intencionados. Existem muitas pessoas sinceras que caíram vítimas de falsos profetas. Para evitar que isto ocorra conosco, devemos ser capazes de distinguir os sinais característicos das seitas. Embora elas sejam muitas, possuem pelo menos cinco marcas em comum:

10 de jan de 2014

"Erga a voz:" A violência, a ideologização do debate e uma oportunidade para a igreja cristã - Franklin Ferreira

“A terra estava corrompida à vista de Deus e cheia de violência” (Gn 6.11).
“Eis que clamo: violência! Mas não sou ouvido; grito: socorro! Porém não há justiça” (Jó 19.7).

Dando nome à tragédia

A melhor forma de abordar o tema da violência é começar por relembrar reverentemente as vítimas – que, pelo menos nesta vida, não receberão a justiça e vindicação que elas merecem. Em 29 de novembro de 2005, ocorreu o impensável no país. Cinco pessoas, inclusive uma criança de um ano e dois meses de idade, morreram queimadas dentro de um ônibus na Penha, subúrbio norte do Rio de Janeiro.1 Esse bárbaro assassinato elevou a violência a um novo e assustador patamar no Brasil, qual seja, o da banalização da vida humana e da crueldade sem limites. No ano seguinte, em 28 de dezembro de 2006, sete pessoas morreram carbonizadas em um ônibus da Viação Itapemirim que foi incendiado no viaduto que liga a Rodovia Washington Luiz à Avenida Brasil, no município do Rio de Janeiro.2 Em 7 de fevereiro de 2007 o menino João Hélio, que tinha seis anos de idade, foi assassinado após um assalto. Os assaltantes (inclusive um menor de idade) arrastaram o menino preso ao cinto de segurança pelo lado de fora do veículo. Em 9 de abril de 2013, um adolescente de 17 anos matou o universitário Victor Hugo Deppman durante um assalto na região do Belém, em São Paulo. A dentista Cinthya Magaly Moutinho de Souza foi queimada viva durante um assalto dentro de seu consultório, em São Bernardo do Campo, na grande São Paulo, em 25 de abril de 2013. Um dos criminosos era um menor de idade. Em 3 de junho, faleceu o dentista Alexandre Peçanha Gaddy, queimado durante um assalto em seu consultório no dia 27 de maio de 2013, em São José dos Campos, interior paulista.

7 de jan de 2014

Defenda a fé cristã: Como a apologética pode ser útil para igreja - William Lane Craig

Em passagem pelo Brasil, William Lane Craig fala sobre a importância da apologética para a igreja e responde a algumas perguntas no final da palestra. Muito bom!