Pesquisar neste blog

30 de set de 2012

Examina-te a ti mesmo (trecho) - Paul Washer

27 de set de 2012

A Fé: uma Doutrina Incompreendida - A. W. Tozer

No esquema divino da salvação, a doutrina da fé é essencial. Deus dirige suas palavras à fé, e onde
não existe fé, é impossível uma verdadeira revelação. "Sem fé é impossível agradar a Deus."

Cada um dos benefícios derivados da expiação de Cristo chega ao indivíduo pela porta da fé. Perdão, purificação, regeneração, o Espírito Santo, todas as respostas à oração, são concedidas à fé e recebidas pela fé. Não existe outro meio. Esta é uma doutrina evangélica comum e aceita onde quer que a cruz de Cristo é compreendida. Pelo fato de a fé ser tão vital a todas as nossas expectativas, tão necessária ao cumprimento de cada uma das aspirações de nosso coração, não ousamos tomar nada como certo em relação a ela. Uma coisa que abrange tanto bem e tanto mal, que na verdade decide nosso céu e nosso inferno, é demasiado importante para ser negligenciada. Não nos é possível de modo algum manter-nos não-informados ou mal-informados. É preciso saber.

24 de set de 2012

Assista esse vídeo e aprenda a ser cristão de verdade!

21 de set de 2012

Alguns Preparativos Para Nosso Descanso Eterno - Richard Baxter

A terceira parte deste prólogo ao descanso dos santos é o processo público e solene em seu
julgamento, do qual eles devem primeiro ser inocentados e justificados; e, depois, com Cristo, julgar o mundo. Público, posso muito bem dizer isso, pois todo o mundo deve comparecer a ele: jovens e velhos de todas as posições sociais e de todas as nações devem ali comparecer e receber seu julgamento. O julgamento deve ser estabelecido; e os livros, abertos; e o livro da vida, apresentado [...]. Ó, que dia aterrador! Ó que dia jubiloso! Terrível para aqueles que permitiram que sua lâmpada apagasse e não ficaram atentos, pois se esqueceram da vinda de seu Senhor! Jubiloso para os santos, cuja espera e cuja esperança era ver esse dia. Naquele momento, o mundo verá a bondade e a severidade do Senhor; aos que perecem, severidade; mas aos escolhidos, bondade, quando todos terão de prestar contas de sua administração. [...] Pecador, já passou o tempo em que Cristo pediria, mas você não ouviria [...]. Naquela época, ele o seguia, em vão, com súplicas [...]. Pecador, não seja leviano, pois assim como você viveu, também verá aquele dia, exceto se uma minuciosa transformação, ao aceitar a Cristo, previna isso. [...] Pobre e descuidado pecador, não acho que disse muito para você aqui; pois minha responsabilidade é renovar os santos; mas se essas linhas caírem em suas mãos e você dignar-se a lê-las, eu, aqui, recomendo que você, diante de Deus e do Senhor Jesus Cristo, apresse-se para ficar sozinho e ponderar muito sobre essas coisas. Pergunte ao seu coração: "Isso é verdade, ou não; haverá um dia como esse, e eu o verei? O que eu farei naquele momento? Por que continuar a gastar o tempo com coisas inúteis? Já não é tempo de que me certifique de que tenho Cristo e seu conforto? Já não deveria ter feito isso há muito tempo? Devo, após perder tanto tempo, sentar-me inerte mais um dia?" [...] Ó, pense nessas coisas! Algumas horas melancólicas gastas com essa séria antecipação é uma prevenção barata; ou isso vale a pena, ou não vale nada! [...]

12 de set de 2012

Adoração Cristã - Paul Washer

3 de set de 2012

A Bíblia chegando ao povo Kimyal