Pesquisar neste blog

26 de jun de 2012

Missão Nepal - Paul Washer

23 de jun de 2012

Seriam Suas Afeições Espirituais? – Jonathan Edwards

A quem, não havendo visto, amais; no qual, não vendo agora, mas crendo, exultais com alegria indizível e cheia de glória " (I Ped. 1:8).

O verdadeiro cristão tem uma convicção sólida e efetiva da verdade do evangelho. Não hesita mais entre duas opiniões. O evangelho deixa de ser duvidoso ou provavelmente verdadeiro, tornando-se estabelecido e indiscutível em sua mente. As coisas grandes, espirituais, misteriosas e invisíveis do evangelho influenciam seu coração como realidades poderosas.

Ele não tem simplesmente uma opinião que Jesus seja o Filho de Deus; Deus abre seus olhos para ver que este é o caso. Quanto às coisas que Jesus ensina sobre Deus, a vontade de Deus, a salvação e o céu, o cristão também sabe que são realidades indubitáveis. Têm, assim, uma influência prática em seu coração e em seu comportamento.

20 de jun de 2012

Cristãos na Coréia do Norte

O que você está disposto a fazer para que o evangelho alcance os perdidos? Veja este maravilhoso testemunho de uma garota da Coréia do Norte. Que Deus nos desperte do nosso comodismo!

17 de jun de 2012

Restaurando o Fervor Espiritual - Hernandes Dias Lopes

Os anos dramáticos da perseguição haviam chegado. A igreja estava encurralada, entrincheirada por forças hostis, por violência desumana. Havia chacina e banhos de sangue por todo o império romano, onde vários crentes eram mortos e trucidados. Eles eram queimados em praça publica, comidos por leões e pisoteados por touros. Os imperadores morriam e eram sucedidos, um a um, mas a perseguição não cessava. Todos os apóstolos já estavam mortos quando o apóstolo João é deportado, já velho, para a ilha de Patmos – talvez, uma tentativa de eliminar o último representante do cristianismo. Enquanto o imperador tentava destruir a Igreja, Deus estava a edificando. Enquanto João estava cercado por águas, isolado, reduzido a uma solidão imperiosa, enquanto todas as portas se fecharam para ele, Deus lhe abriu uma porta nos céus. Foi em um dia de domingo que Ele teve a visão. Uma voz soou como trombeta por detrás dele, dizendo: “o que vê escreve neste livro”. Quando ele foi ver quem era, ele não viu quem falava, mas viu 7 candeeiros e 7 castiçais e um semelhante ao filho do Homem. A única maneira de o mundo ver a Jesus é por meio da Igreja. A Igreja é o corpo de Cristo. A Igreja revela a Cristo. É por isso que congressos como este são tão importantes, pois mostra a unidade do povo de Deus e a beleza do evangelho de Jesus Cristo.

14 de jun de 2012

Evidências da Conversão - Paulo Junior

Num tempo onde qualquer um tem o "título" de cristão, independente da vida que leva ou do temor que possui, considero esta mensagem de fundamental importância. O pr. Paulo Júnior ensina biblicamente e de forma simples quais as principais evidências que caracterizam um cristão.

11 de jun de 2012

Como evangelizar pessoas - Paul Washer

8 de jun de 2012

A Guerra Global contra cristãos no mundo muçulmano - Ayaan Hirsi Ali

Ouvimos tantas vezes sobre os muçulmanos como vítimas de abuso no Ocidente e combatentes na Primavera árabe “a luta contra a tirania. Mas, na verdade, um tipo totalmente diferente de guerra está em curso uma batalha, não reconhecido custando milhares de vidas. Os cristãos estão sendo mortos no mundo islâmico por causa de sua religião. É um genocídio em ascensão que deve provocar alarme global.

O retrato de muçulmanos como vítimas ou heróis é na melhor das hipóteses parcialmente precisas. Nos últimos anos a opressão violenta das minorias cristãs se tornou a norma em países de maioria muçulmana que se estende desde a África Ocidental e do Oriente Médio para o Sul da Ásia e Oceania. Em alguns países são os governos e seus agentes que queimaram igrejas e preso paroquianos. Em outros, grupos rebeldes e vigilantes tomaram matérias em suas próprias mãos, assassinando cristãos e levá-los a partir de regiões onde as suas raízes vão séculos.

5 de jun de 2012

Cristo é Tudo! - Paul Washer

2 de jun de 2012

A Oração Toca A Eternidade - Leonard Ravenhill


A estatura espiritual de um crente é determinada pelas suas orações. O pastor ou crente que não ora está-se desviando. O púlpito pode ser uma vitrine onde o pregador exibe seus talentos. Mas no aposento da oração não temos como dar um jeito de aparecer.

Embora a igreja seja pobre sob muitos aspectos, é mais pobre ainda na questão da oração. Contamos com muitas pessoas que sabem organizar, mas poucas dispostas a agonizar; muitas que contribuem, mas poucas que oram; muitos pastores, mas pouco fervor; muitos temores, mas poucas lágrimas; muitas que interferem, mas poucas que intercedem; muitas que escrevem, poucas que combatem. Se fracassarmos na oração, fracassaremos em todas as frentes de batalha.