Pesquisar neste blog

28 de jan de 2012

50 razões pelas quais precisamos de um avivamento - Anderson Zem

Eu sugiro que você, antes de mais nada, abra a sua Bíblia no capítulo vinte e oito de Atos, versículo trinta e dois. Bom, você não vai encontrar esse versículo lá na sua Bíblia porque a História da Igreja não acabou! Eu e você é que estamos escrevendo ela agora. Somos nós que vamos determinar o que será daqui por diante. Reflita um pouquinho, como uma história que começou tão bem pode estar acabando tão mal? Se Jesus é o mesmo ontem, hoje e eternamente, por que a sua Igreja mudou tanto? Acho que é hora de revermos os nossos conceitos. Então vamos lá tentar dar uma resposta bíblica pra essas questões, comparando a Igreja Primitiva com a Igreja Contemporânea:

1
A Igreja Primitiva tinha comunhão, nós apenas uma associação - a comunhão é em torno de Alguém, a associação gira em torno de algo (um evento, uma festa, etc). Em uma associação celebramos uma coisa (uma entidade, um prédio, etc), na comunhão celebramos uma Pessoa (Jesus de Nazaré). Em uma associação nós procuramos nos beneficiar dos outros, na comunhão nos preocupamos em beneficiar os outros. Em uma associação nós queremos ser ajudados, na comunhão nós ajudamos. Em uma associação queremos dividir nossos problemas, na comunhão nós compartilhamos da solução!
2
A Igreja Primitiva tinha uma mensagem Cristocêntrica (por Ele, para Ele e nEle), nós uma mensagem antropocêntrica - hoje nossas mensagens são voltadas às nossas prioridades e desejos. Elas falam em vida longa, mas não em vida eterna. Nos prometem livrar da tirania do diabo, mas nada em se submeter ao senhorio de Cristo. Dizem o que devemos fazer para sermos abençoados, mas não dizem nada sobre assumirmos um compromisso com o Abençoador! Leia os sermões de Pedro e Paulo. Veja seu enfoque. Eles nos consideravam culpados. Hoje, em nossos púlpitos, nos tornamos apenas vítimas! Hoje se prega profetada, visagem, revelamento, mas nada de Bíblia. Eles pregavam a Cristo, hoje pregamos um outro Cristo (um Cristo que deixou de ser Senhor para ser nosso servo), e, quando pregamos a Cristo, não o pregamos crucificado!

3
A Igreja Primitiva tinha lugar para a oração, nós apenas um lugar de oração - amados ,não há como falar de DEUS sem falar com DEUS! Quem fala com DEUS fala de DEUS, mas nem sempre quem fala de DEUS fala com DEUS! Jesus não ensinou a seus discípulos técnicas de homilética ou hermenêutica. Ele os ensinou a orar. O que ensinamos em nossos seminários aos obreiros? Certa feita um grupo de estudantes ficou intrigado com o sucesso de Spurgeon, e resolveu marcar uma entrevista para descobrir o segredo que o tornava bem-sucedido, então Spurgeon os conduziu pelo salão da igreja e eles, achando que iam dar em alguma biblioteca repleta de livros de onde Spurgeon tirava recursos para alavancar o seu êxito ministerial, se surpreenderam quando Spurgeon abriu uma porta no porão da igreja e apresentou-lhes uma porção de irmãos com seus joelhos dobrados intercedendo. Então disse a eles: "Isso faz com que minha igreja tenha êxito. Enquanto eu falo de DEUS, eles falam com DEUS!" Irmãos, chega de apenas termos um lugar de oração onde nos reunimos (bem poucos ainda fazem isso), mas que tenhamos lugar para a oração, pois são irmãos de joelhos que mantêm uma congregação em pé!

4
A Igreja Primitiva era possuída pelo Espírito, nós apenas possuímos o Espírito - diz o livro de Atos que eles eram cheios do Espírito, hoje em dia nós já apagamos o Espírito. Irmãos, o poder para uma vida vitoriosa não está em apenas termos o Espírito residindo em nós, mas presidindo em nós! Isso depende de nós e não de DEUS. A DEUS coube nos dar o Espírito e a nós nos enchermos dEle! DEUS não nos dá o Espírito por medida, mas nós temos colocado medida na atuação do Espírito! Ser cheio do Espírito é uma questão de responsabilidade e de obediência (e deixar de fazer o bem é tão ruim quanto fazer o que é mal)!

5
A Igreja Primitiva não se importava com a concorrência, nós temos perdido para concorrência e feito concorrência entre nós mesmos - olhe para o livro de Atos e veja que sem marketing, sem panfletagem, sem slogan, sem propaganda nenhuma, mas por uma daquelas santas ironias de DEUS, a Igreja surge em meio a uma festa tradicionalíssima dos judeus e consegue arrebanhar milhares de pessoas do Templo para um cenáculo, de uma festa para ouvir um sermão! Na época do avivamento em Nova York encabeçado por Finney, os teatros fecharam, os bares fecharam, os clubes fecharam, porque as pessoas não queriam mais ir a esses lugares. Eles queriam estar na Igreja ouvindo a Palavra de DEUS! Hoje em dia nós perdemos para o futebol, para o shopping, para o supermercado, para a novela das oito, enfim para qualquer bobagem! E também temos um problema não menos grave que é quando fazemos concorrência entre nós mesmos. Hoje já não há mais colaboração e sim competição. Têm igrejas por aí que me dão a impressão de que compraram de forma exclusiva os direitos autorais da biografia de Jesus! Quando é que vamos voltar à simplicidade dos Evangelhos onde Pedro, depois de uma pesca maravilhosa, divide ela com seus amigos? Hoje nós enchemos as nossas igrejas às custas de esvaziarmos a dos outros!

6
A Igreja Primitiva oferecia respostas às perguntas que eram feitas, nós oferecemos respostas a perguntas inexistentes - o pessoal que se ajuntou no dia de Pentecostes começou a fazer perguntas e Pedro se levantou e respondeu a todas elas na Bíblia. Se a rainha de Sabá visitasse uma das nossas igrejas hoje sairia sem entender nada, com mais dúvidas ainda! Nossos jovens têm dúvidas e nós nos recusamos a dar respostas pertinentes a eles. Preferimos ficar debatendo se Adão tinha umbigo ou não, se anjo tem asa ou não! E aí queremos dar a desculpa esfarrapada que nossas igrejas não crescem porque pregamos a verdade. Ora, não me venha com essa! Onde tem mensagem o povo vem! Filipe, para ganhar a alma do Ministro da Fazenda da Etiópia, não chegou com respostas prontas num pacotinho apanhado em algum manual de evangelismo escrito por esses evangelistas de gabinete. Ele chegou fazendo perguntas e disposto a ouvir respostas Se queremos ser ouvidos pelos nossos jovens e demais membros, precisamos reaprender a ouvi-los!

7
A Igreja Primitiva tinha doutrina, nós apenas tradições - hoje resumimos a vida cristã a uma lista de endereços que se pode ou não freqüentar e a um guia de moda sobre o que pode ou não usar! Irmãos, vida cristã não é isso! Há centros de recuperação que libertam os jovens das drogas, mas os mantêm presos a usos e costumes! Colocam um jugo mais pesado ainda neles, sendo que o jugo de Cristo é suave! O que vejo em algumas igrejas é que libertação é transferir o pecador de um cárcere e colocá-lo em outro! A tradição coloca uma roupa nova no homem, mas a doutrina coloca um novo homem na roupa!

8
A Igreja Primitiva era procurada pelas pessoas, nós nem procuramos mais as pessoas - quando os apóstolos foram ameaçados pala lei do silêncio promulgada pelo Sinédrio, o primeiro lugar que eles se dirigiram foi a Igreja. Hoje ela é o último lugar que as pessoas pensam em ir! Por que será? As pessoas afluíam para a Igreja antes, hoje elas fogem dela. Antes ela era procurada, hoje ela não procura mais. O que aconteceu com o ministério de visitação, de evangelização? Um dia ouvi alguém reclamando sobre as investidas dos T.J. em nosso bairro e eu disse que o que a Igreja pela verdade deixa de fazer eles, pela mentira, o fazem. Eles crescem não pelos seus méritos, mas por nosso demérito! Nós temos a verdade que eles não têm mas eles têm a sinceridade que nós não temos!

9
A Igreja Primitiva fazia de suas casas a Casa de DEUS, nós fazemos da Casa de DEUS a nossa casa - eles se reuniam de casa em casa, seus lares se tornaram igrejas locais (veja os exemplos de Priscila e Áqüila e de Filemom), mas hoje fazemos da Casa de DEUS a nossa casa. Acabou-se a reverência, a decência, a ordem, etc! Como Diótrefes fez no passado, os que acham que a Igreja é a casa deles também fazem. Expulsam quem eles não vão com a cara, fazem o que querem lá dentro e ninguém pode chamar a atenção dos figurões! Bom, isso você deve conhecer e estar cansado de ver acontecendo em nosso meio, então chega de perder tempo num assunto tão desgastado como esse! Só digo uma coisa irmão, homem nenhum pode tirar você do local onde DEUS o colocou. Os homens não conseguiram arrancar Jesus da cruz porque o que o segurava lá era o amor dEle por mim. O que me mantém na igreja deve ser também o meu amor por Ele!

10
A Igreja Primitiva tinha membros que eram a imagem de DEUS, hoje nós somos a caricatura de uma denominação - os homens olhavam para eles e reconheciam que eles haviam estado com Jesus. Eram chamados de cristãos porque se assemelhavam a Cristo. Hoje o que vemos são pessoas caricatas que se parecem com as congregações onde se reúnem. Se usa cabelão e saia comprida é Assembléia, se bebe é da Congregação, se fuma só pode ser de alguma Casa de Oração e se fala "meu amigo e minha amiga" é da Universal. Eles nos identificam hoje não como cristãos, mas como presbiterianos, batistas, assembleianos, etc.

11
A Igreja Primitiva se ocupava com o essencial, nós nos preocupamos com o trivial - nós temos nos preocupado com o véu na cabeça, mas não com o que vai dentro da cabeça; nos preocupamos com o comprimento do cabelo, mas não com o comprimento da língua; nos preocupamos com o paletó do pregador, mas não com o cárter dele; nos preocupamos com o cálice (se individual ou coletivo), mas não com quem toma do cálice; nos preocupamos com a aparência e não com a essência!

12
A Igreja Primitiva não tinha o ouro e a prata, mas tinha poder, nós não temos mais o ouro e a prata e muito menos o poder - pense um pouquinho em Pedro e João que são pastores de uma igreja com quase três mil membros e não têm sequer um dinheirinho de esmola. O que eles tinham não havia dinheiro que pagasse. Eles não sustentavam o mendigo, eles levantavam o mendigo! Hoje, além de não termos dinheiro em caixa porque não contribuímos adequadamente, falta-nos o poder para poder levantar os caídos espalhados pelas ruas!

13
A Igreja Primitiva tinha culto, nós apenas liturgia ou entretenimento - eles celebravam a DEUS, adoravam a DEUS; hoje há apenas liturgia, formalismo. Ao invés de celebrarmos um Cristo vivo, parece que estamos em um funeral. Há também o entretenimento, o show, gente que canta para o povo de DEUS e não para DEUS. Hoje não existe mais um púlpito, hoje temos um palco; não temos mais corais, temos estrelas; não temos mais homens de DEUS, mas superstars!

14
A Igreja Primitiva crescia em qualidade e quantidade, nós nem em quantidade - nem sempre quem tem quantidade tem qualidade, mas nunca haverá qualidade sem quantidade! Há três tipos de crescimento: o normal - onde se tem o joio proporcional ao trigo; o anormal - onde se tem o joio em maior quantidade que o trigo (isso é o que se observa no Brasil) e o ideal - onde o joio é insignificante perto do trigo! A Igreja Primitiva começou com crescimento em soma ("e o SENHOR acrescentava") e passou para o crescimento em multiplicação ("e multiplicava o número dos discípulos"); nós conhecemos apenas a subtração e a divisão!

15
A Igreja Primitiva gozava de uma imagem pública positiva, nós temos uma imagem extremamente negativa diante do povo - diz o texto em Atos 2 que eles caíram na graça do povo. O povão se simpatizava com eles. Nós somos mal-vistos pela população e ainda usamos a desculpa de perseguição e discriminação, quando, na verdade, as críticas que sofremos são verdadeiras! Os evangélicos estão na mídia, mas o Evangelho não; os evangélicos estão na moda, mas o Evangelho não!

16
A Igreja Primitiva oferecia respostas às perguntas que eram feitas, nós oferecemos respostas a perguntas inexistentes - o pessoal que se ajuntou no dia de Pentecostes começou a fazer perguntas e Pedro se levantou e respondeu a todas elas na Bíblia. Se a rainha de Sabá visitasse uma das nossas igrejas hoje sairia sem entender nada e com mais dúvidas ainda! Nossos jovens têm dúvidas e nós nos recusamos a dar respostas pertinentes a eles. Preferimos ficar debatendo se Adão tinha umbigo ou não, se anjo tem asa ou não! E aí queremos dar a desculpa esfarrapada que nossas igrejas não crescem porque pregamos a verdade. Ora, não me venha com essa! Onde tem mensagem o povo vem! Filipe, para ganhar a alma do Ministro da Fazenda da Etiópia, não chegou com respostas prontas num pacotinho apanhado em algum manual de evangelismo escrito por esses evangelistas de gabinete. Ele chegou fazendo perguntas e disposto a ouvir respostas. Se queremos ser ouvidos pelos nossos jovens e demais membros, precisamos reaprender a ouvi-los!

16
A Igreja Primitiva praticava o evangelismo, nós o proselitismo - eles faziam das pessoas cidadãos do céu, nós apenas os fazemos membros de igreja!

17
A Igreja Primitiva incomodava o mundo, nós nos acomodamos ao mundo e por isso temos sido incomodados por ele - eles eram conhecidos como aqueles que "tem alvoroçado o mundo", nós temos sido alvoroçados pelo mundo. Precisamos pregar contra a Dysney, as novelas, as músicas com mensagens subliminares, etc.

18
A Igreja Primitiva contava com membros que tinham vida de cristãos, nós apenas temos nome de cristãos - ser cristão é imitar o exemplo de Cristo. Hoje tem um montão de gente com nome de cristão sem ter vida de cristão; safados que não pagam ninguém, adúlteros, beberrões, espancadores de esposa, etc.

19
A Igreja Primitiva tinha testemunhas, nós apenas pregadores - uma testemunha é oportuna, um pregador é um oportunista; uma testemunha fala aos olhos do povo, um pregador fala ao ouvido do povo; uma testemunha chora pelo povo, um pregador faz o povo rir!

20
A Igreja Primitiva vivia para o futuro, nós vivemos do passado - eles esparavam a volta de Cristo a qualquer momento e viviam todos os dias como se fossem o último. Nós vivemos das glórias do passado, batemos no peito e dizemos: "No meu tempo a igreja trabalhava!". Colhemos o que os irmãos do passado plantaram, mas não semeamos nada para os irmãos no futuro! A bíblia diz que não é sábio dizer que os dias passados foram melhores! Irmãos, a glória da segunda casa será maior do que a primeira. O vinho que Jesus faz é melhor do que o primeiro. DEUS ainda está para fazer o melhor entre nós!

21
A Igreja Primitiva fazia muito com pouco, nós com muito não fazemos nada - eles não tinham os recursos dos quais dispomos hoje em dia (mídia, automóvel, avião, microfone, imprensa, liberdade, etc), mas olhe para o que fizeram. Hoje temos tudo isso e nada temos feito e, quando fazemos, não conseguimos o mesmo êxito que eles!

22
A Igreja Primitiva contribuía com mais do que podia, nós nem contribuímos mais - já falamos algo a respeito disso em um tópico mas, só para reforçar, gostaria de lembrar o exemplo dos irmãos da Macedônia que de sua adversidade mostravam extrema generosidade. Contribuir com o que pode é o esperado, contribuir com menos do que pode é avareza, agora, contribuir com mais do que pode é o nosso alvo!

23
A Igreja Primitiva tinha uma fé tinha uma fé capaz de abalar o mundo, nós temos uma fé abalada por qualquer coisinha - olhe para Paulo e Silas metidos no tronco louvando. Porque tinham uma fé inabalável, abalaram não só o cárcere, como também o carcereiro. Nós, porém, diante de qualquer dificuldade murmuramos, reclamamos, não vamos mais às reuniões, etc. Eles viam na dificuldade uma oportunidade, nós vemos na dificuldade uma impossibilidade!

24
A Igreja Primitiva falava a verdade mesmo quando ameaçada, nós nos calamos mesmo quando encorajados - eles, mesmo tendo sua liberdade ameaçada, continuavam pregando. Nós, com toda a nossa liberdade religiosa, ficamos caladinhos!

25
A Igreja Primitiva abria mais e mais igrejas, nós não conseguimos nem manter as nossas igrejas abertas - dê uma olhadinha lá na Europa e veja que igrejas estão se transformando em restaurante, cinema, clube, porque. Além de não abrirem outras, não conseguem manter abertas as suas!

26
A Igreja Primitiva estava disposta a morrer pelo Evangelho, nós não conseguimos nem viver o Evangelho - preciso falar mais alguma coisa?

27
A Igreja Primitiva era temida pelos demônios, nós tememos os homens - veja o que o demônio disse àqueles exorcistas ambulantes a respeito de Paulo e olhe para o medo que temos do que os outros vão pensar e dizer de nós se nos confessarmos cristãos!

28
A Igreja Primitiva fez com que o evangelho chegasse até os confins da Terra, nós não conseguimos nem que o evangelho chegue do outro lado da rua - basta olhar para o número de membros que possuímos para comprovar essa verdade!

29
A Igreja Primitiva fez com que o extraordinário se tornasse ordinário, nós fazemos do ordinário algo extraordinário - é só abrir o livro de Atos e notar que os milagres vão saltar dali. Todo dia e a toda hora milagres acontecias. Hoje nós fazemos do ordinário algo extraordinário. Dizemos orgulhosos: "Hoje pela manhã tivemos vinte pessoas na escola dominical!" ou ainda "Com quinze anos de trabalho temos dois novos convertidos!".

30
A Igreja Primitiva era a voz de DEUS, nós apenas um eco qualquer - no dia do Pentecostes todos estavam falando ao mesmo tempo e em diversas línguas, mas diz o texto que o povo ouvia uma VOZ. Eles eram a voz de DEUS, a boca de DEUS no mundo, mas hoje somos um eco do que Fulano e Beltrano disseram há décadas atrás. Repetimos os pregadores, os seus livros, etc.

31
A Igreja Primitiva falava em outras línguas e todo mundo entendia, nós falamos a mesma língua e nos desentendemos - isso é irônico! Hoje ninguém se entende mais em nosso meio. Ao invés de Pentecostes temos uma verdadeira Babel!

32
A Igreja Primitiva tinha discípulos, nós apenas crentes - uma leitura honesta e mesmo superficial do livro de Atos e você vai perceber que a palavra discípulo é muito usada para se referir aos cristãos daquele tempo! Irmãos, a salvação não custa nada, mas o discipulado custa tudo! Um discípulo aprende com Jesus enquanto um crente quando aprende, aprende sobre Jesus!

33
A Igreja Primitiva não tinha seminários, mas não lhe faltavam pastores, nós não temos falta de seminários, mas já não temos mais pastores.

34
A Igreja Primitiva era uma igreja com a qual os seus líderes podiam contar, nós temos líderes com os quais não podemos contar - quando os apóstolos foram perseguidos, eles procuraram os mebros da Igreja, se abriram com eles e buscaram o seu apoio para orarem juntos. Hoje temos líderes que não inspiram mais confiança, com pecados cabeludos e vida desregrada!

35
A Igreja Primitiva tinha não só os dons do Espírito, mas também o fruto do Espírito, hoje nem os dons temos mais.

36
A Igreja Primitiva colocava pessoas especiais para realizar serviços comuns, nós colocamos pessoas comuns para realizar serviços especiais - veja os quesitos para que as pessoas fossem diáconos. Quanta qualificação e exigência apenas para servir as mesas! Agora olhe para aqueles que ocupam cargos de liderança e que são os teólogos e ria para não chorar!

37
A Igreja Primitiva tinha membros que serviam a DEUS, nós temos membros que se servem de DEUS.

38
A Igreja Primitiva mudou o mundo de sua época, nós temos sido mudados pelo mundo atualmente.

39
A Igreja Primitiva tinha a maioria de suas atividades fora dos portões da Igreja, nós já não sabemos mais o que estamos fazendo dentro dos portões da igreja - tudo lá era a céu aberto, hoje porém olhe para os nossos ajuntamentos dominicais e se pergunte sobre o sentido disso!

40
A Igreja Primitiva tinha expectativas em relação ao que DEUS queria fazer através deles, nós nem nos importamos mais com o que DEUS fez por nós - nossa teologia se limita a falar apenas sobre o que DEUS fez por nós, mas nos esquecemos de que tão grande quanto o que Ele fez por nós (redenção) é o que Ele pretende realizar em nós (santificação) e através de nós (missão)!

41
A Igreja Primitiva tinha reuniões todos os dias, nós temos acabado com as reuniões que ainda existem - antes não víamos a hora do culto começar, hoje não vemos a hora do culto terminar!

42
A Igreja Primitiva atendia as necessidades do mundo ao seu redor, nós não conseguimos mais atender as necessidades dos nossos membros - como disse Tenney: "não há pão na casa do pão!" Não estamos conseguindo atender mais a demanda entre nós mesmos!

43
A Igreja Primitiva se interessava com número de perdidos fora de suas igrejas, nós nos orgulhamos com o número de salvos dentro de nossas igrejas - leia a parábola da ovelha perdida e você vai entender o que eu quero dizer! O pastor lá tinha noventa e nove no aprisco, mas ele estava interessado na que estava fora de lá! Irmãos, não importa o número de membros que temos, mas aqueles que ainda não temos!

44
A Igreja Primitiva não apenas orava, como também sabia como orar; nós nem oramos mais - quando perseguidos, eles não oraram como muitos de nós oraríamos, eles não pediram para que DEUS exterminasse seus inimigos, ou que a perseguição acabasse, ou pararam de evangelizar. Não, eles não pediram para que DEUS mudasse as circunstâncias, mas que DEUS mudasse a atitude deles diante das circunstâncias!

45
A Igreja Primitiva era perseguida pelo mundo, nós perseguimos a nós mesmos - o que tem de Saul e Caim em nosso meio não é brincadeira!

46
A Igreja Primitiva tinha propósitos, nós apenas programas - a grandeza deles foi medida pelo tamanho das causas pelas quais lutaram! Eles tinham mais do que idéias, eles tinham um ideal! Hoje nós perdemos nosso propósito. Vivemos com programas sobre as atividades e festividades no ano sem sentido algum!

47
A Igreja Primitiva se ocupava com o lugar de Cristo em sua vida, nós nos preocupamos com o nosso lugar no corpo de Cristo - eles queriam dar prioridade a Cristo, nós queremos a primazia no corpo de Cristo! Cristo pode ocupar o último lugar em nossa vida desde que ocupemos os primeiros lugares no seu corpo, que é a igreja!

48
A Igreja Primitiva tinha santificação, nós praticamos a alienação - tudo bem que não somos desse mundo, mas isso não siginifica que somos de outro planeta!

49
A Igreja Primitiva enxergava além da realidade, nós temos feito vistas grossas para a realidade - eles não tinham uma fé cega, mas uma fé que via o impossível e por isso realizaram o impossível! Veja Pedro perscrutando o coração de um casal de corruptos e avarentos e os desmascarando! Hoje as pessoas pecam em público e nós fingimos que não aconteceu nada!

50
A Igreja Primitiva era uma tradução da Bíblia, nós apenas temos traduções da Bíblia - eles transformaram a palavra escrita em palavra encarnada! Certa feita três teológos discutiam entre si sobre qual era a melhor tradução da Bíblia. Um deles defendia a NVI, outro a Versão do rei Tiago, até que um deles disse: "A melhor tradução da Bíblia é minha mãe!", todos se silenciaram, então continou ele: "Ela traduziu a Bíblia em atitude, em vida, e qualquer analfabeto podia ler e entender!!!"
 Fonte: Irmãos

Um comentário:

  1. realmente estes comentarios e uma grande verdade
    sinto necessidade de um avivamento na minha vida
    que deus tenha misericordia de min e de todos que
    o estao buscando amen

    ResponderExcluir