Pesquisar neste blog

29 de nov de 2011

Estamos Experimentando um Avivamento no Brasil? - Augustus Nicodemus Lopes

O termo “avivamento” tem sido usado para designar momentos específicos na história da Igreja em que Deus visitou seu povo de maneira especial, pelo Espírito, trazendo quebrantamento espiritual, arrependimento dos pecados, mudança de vidas, renovação da fé e dos compromissos com ele, de tal forma que as igrejas, assim renovadas, produzem um impacto distinto e perceptível no mundo ao seu redor. Entre os exemplos mais conhecidos está o grande avivamento acontecido na Inglaterra e Estados Unidos durante o século XVIII, associado aos nomes de George Whitefield, João Wesley e Jonathan Edwards. Há registros também de poderosos avivamentos ocorridos na Coréia, China, África do Sul. Há vários livros que trazem o histórico dos avivamentos espirituais mais conhecidos.

“Avivamento” é uma palavra muito gasta hoje. Ela está no meio evangélico há alguns séculos. As diferentes tradições empregam-na de várias formas distintas. O termo remonta ao período dos puritanos (séc. XVII), embora o fenômeno em si seja bem mais antigo, dependendo do significado com que empregarmos o termo. O período da Reforma protestante, por exemplo, pode ser considerado como um dos maiores avivamentos espirituais já ocorridos.

26 de nov de 2011

Onde Estão as Pessoas que Oram? - David Wilkerson

23 de nov de 2011

Ensinando a Palavra de Deus como Mestres Relevantes - Solano Portela

O Mestre Relevante sabe o contexto em que vive e no qual desenvolverá o seu trabalho.

Muitos têm errado por desenvolverem suas práticas e técnicas de educação construídas sobre uma noção tão idealista quanto irreal do que seja a natureza humana. Consideram irrelevante o fator pecado, as astutas ciladas de Satanás e dos servos que procuram confundir, e os desvios impenetráveis e obscuros do homem sem Deus. Falham conseqüentemente, em serem Mestres Relevantes. 

Paulo possuía intensa preocupação em mostrar a Timóteo o contexto no qual viveria e no qual teria de desenvolver a sua missão. Ele não poderia abrigar qualquer pensamento de que não sofreria as terríveis oposições das forças do mal. Nesse sentido, desde a primeira carta que os alertas estavam sendo colocados por Paulo. Em 1 Timóteo 4:1, ele escreve: “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios.” No capítulo 3, verso 1, da segunda carta, ele volta ao tema: “Sabe, porém, isto: Nos últimos dias, sobrevirão tempos difíceis...” A Palavra de Deus identifica como “Os Últimos Tempos” a era do Novo Testamento, a Era em que vivemos. Devemos estar alertas a todo tipo de ataque e até de sorrateira infiltração nas igrejas, daqueles que mantêm ensinamentos e estilos de vida incompatíveis com a Fé Cristã. Este reconhecimento do contexto no qual vivemos, fará darmos maior valor à nossa missão e nos preparará para as adversidades, como Mestres Relevantes. 

20 de nov de 2011

À Imagem de Cristo (Pregação completa) - Paulo Junior

14 de nov de 2011

Orar e estar a sós com Deus (pregação completa) - Paul Washer

8 de nov de 2011

Julgamento de Deus - David Wilkerson e Leonard Ravenhill

6 de nov de 2011

Frases 61 - J. I. Packer

"Pode-se conhecer muito sobre a divindade sem haver muito conhecimento de Deus."


"Em sua essência, convicção de pecado é a percepção de que seu relacionamento com Deus está errado."


"O poder salvador da cruz não depende de um acréscimo de fé; trata-se de um poder salvador tão grande que a própria fé flui dele."


"A ira de Deus é sua justiça reagindo contra a injustiça."


"Você nunca precisará mais do que Deus pode suprir."

1 de nov de 2011

O escândalo da Graça - John MacArthur

Parte 1: 


Parte 2: