Pesquisar neste blog

14 de mai de 2011

Os Métodos de Crescimento de Igrejas (MCI)


Nestes últimos anos tem crescido no Brasil o número de igrejas que adotaram os Métodos de Crescimento de Igrejas (MCI). Em sua maioria importadas dos EUA, essas técnicas têm se mostrado eficazes em encher os templos de lá já há muitos anos, daí a existência de muitas mega-igrejas (igrejas com dezenas de milhares de membros) por lá. E aqui nas terras tupiniquins, os MCI já têm mostrado resultados.


Mas afinal, como surgiram os MCI?


Nos EUA, há algumas décadas, existem grandes parcerias, onde de um lado se encontram: seminários teológicos (geralmente apóstatas), pastores e líderes eclesiásticos em geral, e do outro: empresas de consultoria especializadas em marketing e administração de empresas. Estes consultores analisam uma igreja como se fosse uma empresa (o membro como um cliente, o pastor como um gerente administrativo, as atividades da igreja - louvor, pregação etc - como o produto a ser vendido, os dízimos e as ofertas como lucro) e desenvolvem um modelo de gestão com foco no resultado: a fidelidade do membro. O modelo dita qual mensagem a ser pregada, qual o tipo de música a ser tocada e por quanto tempo, quais os tipos de atividades a serem desenvolvidas, como deve ser o culto, enfim, define todas as atividades da igreja. O modelo de gestão é então vendido ao pastor para adotá-lo em sua igreja, que agora passa a crescer “exponencialmente”. O modelo é então disseminado através de cursos, palestras e livros (nossas livrarias evangélicas estão repletas destes livros) com os nomes mais criativos, do tipo: "a visão de Deus para a igreja de hoje". É claro que a fonte da estratégia geralmente não é citada. Pastores brasileiros vão aos EUA fazer esses cursos e trazem-no para o Brasil. Existem também os pastores conferencistas especialistas em crescimento de igrejas, que viajam pelo mundo ensinando suas técnicas. E quando se trata de encher igrejas, elas realmente são um sucesso!


Diante de tudo isso, surge a pergunta: é correto?


A escolha pelo uso dessas técnicas parte da premissa de que devemos fazer tudo que for possível para trazermos pessoas à igreja, para que elas ouçam a Palavra e sejam salvas. A intenção é inquestionavelmente boa e correta, mas foi esse o método que Deus escolheu? Não deveríamos consultar a Deus e sua Palavra para sabermos qual o método que Ele deseja? Como Paul Washer certa vez disse em um de seus sermões, deveríamos consultar os mortos espirituais para saber como dirigir a igreja do Deus vivo? A Palavra de Deus nos dá a resposta:


"Porventura não consultará o povo a seu Deus? A favor dos vivos consultar-se-á aos mortos?" Is 8:19


Como podemos consultar os mortos espirituais para saber como administrar nossas igrejas? Veja o que a Bíblia afirma sobre eles:


"Ora, o homem natural não compreende as coisas do Espírito de Deus, porque lhe parecem loucura; e não pode entendê-las, porque elas se discernem espiritualmente."   I Co 2:14


As técnicas baseadas em administração, marketing, psicologia, sociologia ou qualquer coisa do tipo é incapaz de ajudar a igreja, pois tiveram sua origem nas mentes de homens não regenerados e não em Deus, e sequer levam em conta o mundo espiritual ou mesmo a existência de uma divindade soberana.


Mas se os MCI dão certo, qual o problema deles?


A verdade é que eles não dão certo. Elas realmente trazem as pessoas aos templos, porém com a motivação errada. As pessoas vão por causa da música, dos amigos, para se divertirem e para conseguirem bênçãos de um deus que é fruto de sua imaginação, pois é muito diferente do Deus da Bíblia. Além disso, essas pessoas não se convertem nas igrejas, pois não ouvem o evangelho. Se olharmos para a igreja evangélica brasileira hoje sob a luz da Bíblia, constataremos que há uma multidão de pessoas na igreja que nunca se converteram, não conhecem a Deus, e pior, têm convicção de que são salvos.

Para entendermos melhor, vamos ler o famoso “ide” de Jesus em Marcos:


"E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura". Mc 16:15


A ordem é para pregar o evangelho! Nas igrejas que adotaram os MCI, a mensagem é definida de acordo com o método adotado, e não de acordo com a Bíblia. Para constatar basta ler os livros existentes sobre o tema. Ensinam que a mensagem deve ser agradável, prazerosa, alegre e cativante. Não deve criar tensões, polêmicas ou controversas. Deve realçar as qualidades das pessoas. O ouvinte deve se sentir confortável, à vontade, e deve ser incentivado a retornar.

O homem é senhor e não o servo! O culto se tornou para o homem!

Um certo pastor líder de uma das maiores igrejas dos EUA que adotam um MCI disse numa entrevista na TV que na sua igreja ele não prega sobre pecado, pois “isso pode causar um mal-estar nas pessoas”. Pasmem! A mensagem do evangelho começa justamente com o pecado do homem, passa pelo julgamento divino, a condenação do homem, o sacrifício substitutivo de Cristo e culmina com a salvação por meio do arrependimento e da fé em Jesus! O próprio Espírito Santo foi enviado por Jesus para convencer o homem “do pecado, da justiça e do juízo” (Jo 16:8), ou seja, o resumo do evangelho! Se o evangelho puro como está na Bíblia não for pregado, é impossível que sejam salvos, pois a Bíblia afirma:


"Porque não me envergonho do evangelho de Cristo, pois é o poder de Deus para salvação de todo aquele que crê; primeiro do judeu, e também do grego." Rm 1:16


Sem evangelho não há salvação! Nossas boas palavras não podem regenerar o coração humano. Somente o Espírito de Deus pode conceder vida ao homem e libertá-lo do poder do pecado! O método utilizado pelo apostolo Paulo foi pregar o evangelho sob o poder de Deus! Vejamos o que ele mesmo diz:


"E eu, irmãos, quando fui ter convosco, anunciando-vos o testemunho de Deus, não fui com sublimidade de palavras ou de sabedoria. Porque nada me propus saber entre vós, senão a Jesus Cristo, e este crucificado. E eu estive convosco em fraqueza, e em temor, e em grande tremor. A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder; Para que a vossa fé não se apoiasse em sabedoria dos homens, mas no poder de Deus." I Co 2:1-5


Não poderíamos ter uma declaração mais clara e precisa do que esta! Como então poderíamos trocar a Palavra divina por mensagens de auto-ajuda? O fracasso neste caso é certo! Bill Hybels, pastor da Igreja da Comunidade de Willow Creek, em Chicago, uma das maiores mega-igrejas estadunidenses, um exemplo de "sucesso" dos MCI, anunciou há pouco tempo o fracasso do método utilizado por eles:


"Se você quer simplesmente uma multidão, o modelo “sensível aos que buscam” produz resultados. Se você quer seguidores de Cristo sólidos, sinceros, maduros, [este método] é um engodo. O que deveríamos ter feito quando as pessoas cruzavam a linha da fé e se tornavam cristãos [é que] deveríamos ter começado a dizer e ensinar às pessoas a assumir a responsabilidade de alimentarem a si mesmas. Deveríamos ter feito as pessoas entender, ter ensinado a essas pessoas como ler as suas Bíblias entre os cultos, como realizarem práticas espirituais por si próprias, de uma forma muito mais agressiva.” 1


O que vemos nos MCI é a supervalorização dos números, em detrimento da pregação, da música cristã e da prática cristã. Para produzir "resultados", o foco dos MCI está no homem, e não em Deus. Mas do ponto de vista bíblico, o foco deve ser Deus. O culto é adoração a Deus e toda a vida cristã é voltada para satisfazer a vontade dEle.


A Bíblia é suficiente?


Talvez alguém ouse dizer que precisamos de complementar o ensino bíblico com as teorias da psicologia ou de outras áreas do conhecimento humano. Mas aí reside um problema: isso é o mesmo que dizer que o que está na Bíblia não é suficiente para que a igreja cumpra a sua missão! Vamos ler o seguinte texto:


"Toda a Escritura é divinamente inspirada, e proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça; Para que o homem de Deus seja perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra." II Tm 3:16


Ora, se o próprio Deus nos diz que a Palavra que ele nos deixou tem por objetivo tornar o homem de Deus "perfeito, e perfeitamente instruído para toda a boa obra”, não precisamos de mais nada! Essa é a maior declaração da suficiência das Escrituras que pode existir!

E se alguém disser que "não precisamos, mas podemos" ensinar coisas que não estão na Bíblia. A este, vou deixar que Spurgeon, um dos maiores pregadores da história da igreja, responda:


"A Palavra de Deus é suficiente para atrair e abençoar a alma do homem ao longo dos tempos; mas as novidades logo fracassam. Alguém pode bradar: "Certamente, precisamos acrescentar nossos pensamentos a isso". Meu irmão, pense o que quiser, mas os pensamentos de Deus são melhores do que os seus (Is 55:8-9). Você pode ter lindos pensamentos, como as árvores no outono soltam suas folhas, mas há alguém que sabe mais sobre seus pensamentos do que você e os julga de pouco valor. Não é verdade que está escrito: "O Senhor conhece os pensamentos do homem, e sabe como são fúteis!" (Sl 94.11). Comparar nossos pensamentos aos grandes pensamentos de Deus, seria total absurdo. Você traria sua vela para mostrá-la ao sol? O seu nada para reabastecer o todo eterno? É melhor calar diante do Senhor, do que sonhar em complementar o que ele falou. A Palavra do Senhor está para a concepção dos homens como um pequeno jardim, para o deserto. Mantenha-se no escopo do livro sagrado e estará na terra que mana leite e mel; por que tentar lhe acrescentar as areias do deserto?" 2


Qual o método correto então?


A Bíblia afirma que Jesus é Senhor e cabeça da igreja, então a Ele devemos pedir direção. O Espírito Santo foi enviado também para dar direção à igreja pois Jesus disse que:


"Mas aquele Consolador, o Espírito Santo, que o Pai enviará em meu nome, esse vos ensinará todas as coisas, e vos fará lembrar de tudo quanto vos tenho dito." Jo 14:26


Quando a Bíblia diz “todas”, então não há nada que precisamos que Ele não nos ensine. Fiel é o Senhor que não nos desampara! A igreja deve fazer somente (e nada além) daquilo que foi ordenado por Deus, e que se encontra na sua Palavra!

Devemos voltar ao culto cristocêntrico e à vida cristã completamente voltada para a glória de Deus, pois para isso fomos salvos:


"E Ele morreu por todos, para que os que vivem não vivam mais para si, mas para Aquele que por eles morreu e ressuscitou." II Co 5:15


Devemos reconhecer nossa total incapacidade de fazer convertidos na força do nosso braço, ou gerar qualquer tipo de fruto na vida cristã sem o poder de Deus:


"Estai em mim, e eu em vós; como a vara de si mesma não pode dar fruto, se não estiver na videira, assim também vós, se não estiverdes em mim. Eu sou a videira, vós as varas; quem está em mim, e eu nele, esse dá muito fruto; porque sem mim nada podeis fazer." Jo 15:4-5


Devemos entender que Deus é o maior interessado no crescimento da igreja, mas é Ele quem traz as pessoas:


"Porque isto é bom e agradável diante de Deus nosso Salvador, que quer que todos os homens se salvem, e venham ao conhecimento da verdade." I Tm 2:3-4


"Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar." At 2:47


"Ninguém pode vir a mim, se o Pai que me enviou o não trouxer; e eu o ressuscitarei no último dia." Jo 6:44


O nosso problema é a incredulidade e a frieza espiritual!


Muitos já não crêem na Bíblia, ou pelo menos em parte dela. Então já não esperam que ela traga resultados. Ensinar somente a Bíblia é tido como ultrapassado. Os modismos tornaram-se mais atraentes e  produzem "resultados" mais imediatos. Que a maioria dos cristãos sequer lê a Bíblia não é nenhuma novidade, mas uma pesquisa feita recentemente no Brasil surpreendeu, quando mostrou que mais da metade dos pastores evangélicos nunca leram a Bíblia toda!3 Quando alguém perde a fé na Palavra, essa pessoa precisa crer em alguma outra coisa.


O outro problema é nossa frieza espiritual. Quando o verdadeiro cristão cultiva um relacionamento real com Deus, do seu interior corre "rios de água viva" (Jo 4:14, 7:38), e ele se torna uma verdadeira testemunha: prega uma vida cristã que vive e um Deus que conhece. A falta de comunhão com Deus deixa o homem perdido. Ele então já não tem uma mensagem, nem vida. Precisa recorrer a outras fontes como os MCI.


"Houve alguma nação que trocasse os seus deuses, ainda que não fossem deuses? Todavia o meu povo trocou a sua glória por aquilo que é de nenhum proveito. Espantai-vos disto, ó céus, e horrorizai-vos! Ficai verdadeiramente desolados, diz o SENHOR. Porque o meu povo fez duas maldades: a mim me deixaram, o manancial de águas vivas, e cavaram cisternas, cisternas rotas, que não retêm águas." Jr 2:11-13


Que o Senhor restaure a sua igreja, e a conduza pelo único caminho que leva a Ele:


"Assim diz o SENHOR: Ponde-vos nos caminhos, e vede, e perguntai pelas veredas antigas, qual é o bom caminho, e andai por ele; e achareis descanso para as vossas almas... " Jr 6:16a


Notas:


2 - Spurgeon, Charles H. A maior luta do mundo.Pg 18-19.


8 comentários:

  1. O evangelho é o produto(conquista materiais), os membros são os clientes, e o pastor o administrador...
    PERFEITO!!!
    ...não vamos achar uma frase, melhor para definir a maioria das igrejas de hoje!

    cris

    ResponderExcluir
  2. É como se fosse um circo oferecendo certos
    aspectos ( malabaristas, equilibristas, domadores, palhaços, mágicos ) do Cristianismo, certo poder, certa alegria, certa vida. Tantas coisas, tantos artifícios, tantas promessas, curas, prosperidade, vida como você a quer, sua melhor vida agora. Absolutamente tudo é colocado diante de você. O que Jesus Cristo coloca diante de você é isso:A promessa de vida eterna e uma cruz. O que Jesus Cristo coloca diante de você é o que realmente importa. O Cristianismo não é um show, (não é um circo) religioso gigantesco num coliseum.Todos estes que participam dos MCI's são operários da colméia, do formigueiro. (abelhas e formigas - são as duas espécies mais organizadas como sociedade do reino animal – SÃO TODOS SÓ POR UMA RAINHA - são as duas espécies com o maior número de sócios – servis, com um único objetivo: ENGORDAR a RAINHA.( o pastor, o bispo, o pregador " de pregos"...
    O que é "pregado" é: "Nós precisamos prosseguir, precisamos crescer, precisamos construir, precisamos fazer. Eu treino você e você vai. Acabam virando UM CIRCO, transformam a vida das pesoas e da igreja num tipo de fábrica (produção em série, o que importa é a quantidade, não a qualidade), num local de (muito) trabalho.
    Viram uma engrenagem dentada e com um sentido de produção industrial como de uma colméia ou de um formigueiro, onde todo mundo sai, coleta e volta para dentro (numa colméia ou formigueiro, todos trabalham incansavelmente em prol de uma única figura: a rainha), neste caso: um intitulado pastor, um denominado bispo, um promovido pregador...
    Senhor tem misericódia, ajuda-nos a atingir o ALVO.
    Que é ser como CRISTO, e segui-Lo. Isso é a IGREJA.
    UM GRUPO DE PESSOAS DEVOTADAS A CRISTO E DEVOTADAS UMAS AS OUTRAS. E PONTO FINAL. ASSIM VOCÊ PODE TER TODAS AS OUTRAS COISAS. ANCIÕES E TUDO MAIS.
    Mas se você não tem isso, Você não tem um Igreja.
    Pai, eu venho a ti, e eu oro Senhor, para que Tu nos ajude a compreender e aplicar essas verdades para sermos transformados por elas. Em nome de Jesus, Amém.

    ResponderExcluir
  3. É lindo ver homens pregando a verdade, mas tentar tirar esses métodos de dentro das "igrejas" de hoje, é como tentar tirar um osso da boca de um cachorro.É preciso dar algo melhor pra eles, pois aquilo eh tudo o que eles tem. Como ele mesmo citou " A minha palavra, e a minha pregação, não consistiram em palavras persuasivas de sabedoria humana, mas em demonstração de Espírito e de poder;" A verdade eh que hoje nos falta a demonstração do Espirito e de poder então não adianta tentar tirar deles um palavra que consiste em simplesmente sabedoria humana pois isso eh tudo que eles tem e infelizmente muitas vez tudo que nós temos a oferecer pros nossos ouvintes também.O que devemos fazer agora irmãos, é com tudo o que possuímos adquirir a unção , buscar o Espirito pois essa é a nossa unica esperança.
    Que a paz de Deus seja com todos vocês!

    ResponderExcluir
  4. Sou da PIB são josé dos campos, que adotou o mesmo método de ganho de almas que a MCI, é uma bênção, tem uma estrutura fenomenal, e tem sido Rema em minha cidade e região Vale Paraibana, e agora também na grande São Paulo, ganhando almas e almas para o Senhor e Salvador Jesus! Dando base, acompanhamento e tudo o que um novo convertido precisa, creio que antes de citarmos nomes de igrejas precisamos ter responsabilidade ao falar, pois ninguém chega ao "poder", ou cargo de Pastor sem a permissão de Deus! Ao invés de colocar críticas de igrejas, porque não usa seu blog para o que ele realmente foi criado? Ganhar almas para Jesus, você está colocando em evidência as podridões do diabo e não o amor de Deus! Pense nisso! E tenha mais responsabilidade ao escrever em uma rede aberta!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Caro anônimo que diz que “ é da PIB São José dos Campos “, como você está equivocado. Sua resposta postada em 25/04/2013, só comprova teu equívoco.
      Aceite a sugestão do Daniel, LEIA A BIBLIA e se você tiver se arrependido, nascido de novo, teme e obedece ao Senhor e pedir para o Espírito Santo te revelar, O SENHOR JESUS CRISTO, vai falar contigo o seguinte:
      1- Tu pensas que estás com O SENHOR mas, a tua independência o afasta de Deus.
      2- A grande maioria dos homens, são da geração adâmica e desde o principio se escondem de Deus; ( Gn.3-7:11).
      3- Eu não criei NENHUMA RELIGIÃO e NENHUM TEMPLO DE PEDRA.
      4- Pois a RELIGIÃO CRIADA PELOS HOMENS, permite à eles que se aproximem de MEU PAI, quando QUEREM e também permite à eles que mantenham MEU PAI a uma distância segura quando é o que preferem.
      5- Eu não habito em “ TEMPLOS – E NEM EM SEPULCROS CAIADOS POR FORA ... “ feitos por mão humanas.
      6- Eu quero que me adorem, me honrem, me louvem e me obedeçam em seus corações todos os minutos de vossas vidas e não simplesmente em algum LOCAL ESPECIAL, uma ou duas vezes por semana.
      7- Eu não criei uma hierarquia de “ HOMENS ESPECIAIS “, para dominarem e comercializarem sobre os demais, como numa empresa.
      8- Eu não criei “ DIAS ESPECIAIS “ para vocês cultuarem O MEU NOME.
      ===========================================================
      O Senhor Jesus, ressuscitou mortos, abriu os olhos dos cegos, curou leprosos, fez paralítico andar... Acorda anônimo, entregue seu coração para Jesus, permita que ELE TE RESSUSCITE, permita que ELE RESTAURE SEUS OLHOS E SUA VISÃO, permite que ELE FAÇA O TRABALHO DO OLEIRO POR COMPLETO NA TUA VIDA E TE MOLDE DE NOVO.
      Pois a criação, depois que Adão declarou a SUA INDEPENDÊNCIA DE DEUS, “ FOI SUBMETIDA A INUTILIDADE...NA ESCRAVIDÃO DA DECADÊNCIA “ – Rm.8-20:21.
      É COMO ESTÁ ESCRITO: Gn.6:5-6 – “ O SENHOR VIU QUE A PERVERSIDADE DO HOMEM TINHA AUMENTADO NA TERRA E QUE TODA A INCLINAÇÃO DOS PENSAMENTOS DE SEUS CORAÇÃO ERA SEMPRE E SOMENTE PARA O MAL. Então o senhor arrependeu-se de ter feito o homem sobre a terra, e isto cortou-lhe o CORAÇÃO.
      Anônimo, Fique com a paz do Senhor, que Ele tenha mais misericórdia de ti e de nós todos também. E prepare-se pois o FIM VEM, o FIM VEM, e o SENHOR JESUS está voltando, AINDA É TEMPO DE SE ARREPENDER, NESCER DE NOVO E SE PREPARAR COMO UMA NOIVA ADORNADA E PRUDENTE, A ESPERA DO NOIVO. VIVA JESUS, NO DIA QUE SE CHAMA HOJE, DEIXE ELE ENTRAR NO TEU TEMPLO = NO TEU CORAÇÃO.
      Eis que estou à porta, e bato; se alguém ouvir a minha voz, e abrir a porta, entrarei em sua casa, ( EM SEU CORAÇÃO ) e com ele cearei, e ele comigo. Ao que vencer lhe concederei que se assente comigo no meu trono; assim como eu venci, e me assentei com meu Pai no seu trono. Quem tem ouvidos, ouça o que o Espírito diz às igrejas. Apocalipse 3:20-22

      Excluir
  5. Caro anônimo, vejo que você não entendeu o texto. A discussão não é se enche ou não igrejas, mas se é bíblico ou não. Qualquer doutrina diferente do evangelho bíblico é maldita (Gl 1:8-9)! Os MCI focam o crescimento e distorcem a doutrina, ferindo radicalmente o ensino de Jesus, dos apóstolos e profetas! Ganhar almas no entendimento dos MCI é apenas conseguir com que alguém frequente regularmente as reuniões e faça um pagamento mensal. Eles nem ensinam sobre o pecado. Se você acha que isto é igreja no sentido bíblico, estude o Novo Testamento. Também busque entender o que é o milagre do novo-nascimento, sem o qual ninguém verá o Reino de Deus (Jo 3:3). Veja as características de um verdadeiro salvo na primeira epístola de João. Quanto à estrutura fenomenal: você já viu a mesquita de Al-Haram que comporta até 2 milhões de pessoas? Ou os enormes templos das diversas religiões pelo mundo? Isso é sinal da benção de Deus? Pense nisso... Além disso, você acredita mesmo que estruturas impressionam o Criador do universo? Também não citei nehum nome de igreja, quem fez isso foi você. Outra coisa: o fato de Deus permitir uma autoridade (Rm 13), não quer dizer que Ele aprova o que fazem, Deus também permitiu Nero, Hitler, Stalin, Pol Pot, Mao e muitos outros na liderança. Assassinos de cristãos eram e são autoridades. Veja a Coréia do Norte hoje! Também não critiquei igrejas. Eu denunciei um método que transforma a igreja de Deus em uma empresa ou clube de autoajuda. Denunciar "as podridões" não é apenas certo, mas é uma obrigação (Ez 3:17-21)! Se você estudar a Bíblia e pedir orientação ao Espírito Santo, verá o quanto essas técnicas contrariam a Palavra de Deus. Leia a Bíblia!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Deus não está nem aí para os métodos dos homens, Ele nem se importa com esse tipo de coisas, concordo plenamente com o Daniel,não citou nomes, nem denominações,apenas a Palavra,Deus não necessita do homem para fazer nada, ele é Soberano mas em meio aos anos, séculos Ele quiz usá-los para que os homens manifestem a outros homens a alegria em ser de Deus, o testemunho vindo dos próprios homens que nessa terra de aflições podem ser felizes não por causa do que possuem materialmente e sim por aquilo que experimentam vivendo na presença Dele é o maior testemunho de vida de um homem, como bem disse o salmista Davi:"O Senhor é o meu pastor, nada me faltará."(Sl 23:1), aqui o 'nada', nada tem a ver com o material, e sim na suficiência de Cristo, se Cristo é o meu pastor então estou em Sua presença e na Sua presença não sinto falta de coisa alguma, pois, Cristo é totalmente suficiente para mim, crescimento de igreja baseado na vontade do homem, é para o homem e deus não tem compromisso com o que o homem quer, pensa ou deixa de pensar, Deus tem compromisso com a sua vontade, com a Sua Palavra, e o crescimento que vemos na Palavra é o crescimento vindo do poder do Espírito Santo, esse é o que vale, veja o que diz Atos 2:46-47 "E, perseverando unânimes todos os dias no templo, e partindo o pão em casa, comiam juntos com alegria e singeleza de coração, Louvando a Deus, e caindo na graça de todo o povo. E todos os dias acrescentava o Senhor à igreja aqueles que se haviam de salvar." O Senhor acrescenta, não o método, não o homem, o Senhor acrescenta, deixa de bobagens, e volte à Palavra, volte pra Jesus, não é o método, o evangelho é o poder, como diz Paulo, é a unção, o poder do alto, não defenda métodos, isso não é nada, 'Deus não unge métodos, Ele unge homens',vamos voltar ao Evangelho de Cristo.

      Excluir