Pesquisar neste blog

13 de mar de 2010

Homem de Deus - Paul Washer



Esta foi uma das melhores pregações do Paul Washer que eu já vi. Ele descreve algumas caracterísicas de verdadeiro homem de Deus!

O Céu - David Wilkerson


Não ouvimos muitos sermões sobre o céu atualmente. Isso pode parecer estranho, já que a alegria de todo cristão é refletir sobre estar com o Senhor por toda a eternidade. A promessa do céu está no núcleo maior do evangelho que pregamos.

Mas há uma razão pela qual não ouvimos muito sobre esse assunto jubiloso. O fato é que a Bíblia não diz muito sobre como o céu é. Jesus nunca se assentou com os discípulos e explicou a glória e a majestade dos céus. Ele realmente disse ao ladrão sobre a cruz, "Hoje estarás comigo no paraíso", mas não disse como seria.

O apóstolo Paulo se refere aos céus quando fala de ter sido levado ao paraíso. Ele diz que viu e ouviu coisas que abalaram tanto a sua mente, que ele não tinha linguagem para as descrever. A idéia que se tem da descrição de Paulo é a de que, mesmo se ele pudesse explicar o que viu, as nossas mentes humanas não conseguiriam compreender.

Spurgeon Contra a Pregação Mundana - John Macarthur


John Macarthur fala um pouco sobre Spurgeon e a sua luta contra as pregações centradas no homem e não em Deus. Imaginem se ele visse o que acontece hoje...


Ministério em Tempo Integral - David Wilkerson


Nos primeiros anos da igreja, ocorreu uma grande perseguição. Durante este período terrível, o apóstolo João foi aprisionado e levado para Roma. O imperador romano da época (Nero ou Diocleciano) baniu João para a ilha de Patmos. Era uma pequena ilha, inóspita e desabitada. A única população era feita de uns poucos prisioneiros exilados, condenados a viver lá até o fim dos seus dias. Como eles, João foi mandado a Patmos para morrer.

O apóstolo ao qual me refiro é o mesmo "amado João" que Cristo tanto amava. É aquele que inclinou a cabeça sobre o peito de Cristo na última ceia. Também era irmão de Tiago, e filho de Zebedeu. E é o autor do quarto evangelho, e das três epístilolas bíblicas que têm o seu nome.

Tente imaginar o quadro de João desembarcando em Patmos. Ele desce pela prancha do barco na ilha deserta. Não há árvores, só areia. À sua frente, um pequeno grupo de prisioneiros maltrapilhos, grosseiros, dizendo palavrões. Todos eles mostrando-se conscientes de estarem predestinados à morte. Eles sabem que morrerão lá.

Livro - Adoração: O que a Bíblia Ensina Sobre... - Robert L. Dickie


Neste livro, o autor faz uma análise da adoração descrita em apocalipse 4 e 5, e deste texto, tira princípios para a nossa adoração. Ele contrasta a adoração bíblica com a "adoração" que tem sido praticada entre os evangélicos hoje. Muito bom e atual.

Sinopse: O autor acredita que há, nestes dias, uma agitação na igreja de Cristo. As pessoas estão famintas e sedentas por uma experiência mais profunda e mais rica da presença de Deus na adoração. Muitos do povo de Deus estão se cansando das inovações superficiais e absurdas que têm substituído a adoração a Deus e têm sido a causa de tantos debates, lutas e conflitos na igreja. O que é adoração? Como adoramos? O que é adoração aceitável a Deus? Nesta obra completamente bíblica e muito prática, o pastor Robert L. Dickie responde essas perguntas, direcionando-nos a exemplos claros de adoração nas Escrituras. Em Apocalipse 4 e 5, o Senhor abre as cortinas do Céu e nos permite ter um vislumbre do que é a verdadeira adoração bíblica. Deve ser centralizada em Cristo e refletir o exemplo de adoração que agora mesmo acontece na sala do trono de Deus.

Editora Fiel

Frases 17 - Matthew Henry

"A primeira lição na escola de Cristo é a abnegação."

"Manifestando reverência, aprendemos obediência."

"A adoração pública não nos isenta da adoração secreta."

"Agradecer é bom, mas viver agradecido é melhor."

5 de mar de 2010

Jim Elliot - Um missionário e mártir

Fonte: Até os confins da Terra

A história de Jim Elliot e seus quatro amigos é uma das histórias missionárias mais empolgantes e inspiradoras.
Jim Elliot nasceu em 8 de Outubro de 1927 na cidade de Portland, no estado americano de Oregon. Jim pertencia a uma família cristã dedicada ao Senhor; desde cedo foi instruído nos caminhos de Deus, e veio a receber a Cristo como seu salvador aos 8 anos de idade. Fred, um pastor batista, e Clara Elliot, seus pais, eram bastante cuidadosos quanto à instrução bíblica de seus filhos e exerceram forte influência na formação de suas vidas.

Jim revelou-se um jovem bastante talentoso, destacando-se em todas as atividades que se envolvia. Era líder de sua classe, e detentor de uma brilhante oratória. Elaborou um aclamado discurso de honra em homenagem ao presidente americano, Franklin D. Roosevelt, por ocasião de seu falecimento. Graduou em "desenho arquitetônico" na High School e depois se transferiu para a faculdade cristã de Illinois, a Wheaton College, onde se graduou com as mais elevadas honras.