Pesquisar neste blog

18 de jul de 2010

A salvação e a prática de obras

Escrevi o texto abaixo em resposta a um comentário no blog:


Primeiro devemos entender o que é salvação. Acho que a maneira mais fácil é comparar o estado do homem antes da salvação e depois dela:

Antes da salvação:
Morto espiritualmente. Não entende nem aceita as coisas de Deus. (Ef 2:1,5; I Co 1:18, 2:14)
Pecador por natureza. Escravo do pecado que nele habita. (Sl 51:5, Rm 3:10-12, Rm 3:23, Rm 7:17-24)
Se considera dono de si mesmo. Segue a vontade da sua carne, dos seus pensamentos e do espírito maligno. (Ef 2:2-3)
Já está condenado por Deus devido à sua natureza e aos seus pecados. (Ef 2:3, Jo 3:18, Rm 6:23)
Resumindo, ele tem 2 problemas: é pecador e já foi condenado, por isso está afastado de Deus. (Rm 3:23)

Depois da salvação:
Nesceu de novo (novo-nascimento). (Jo 3:3-7) Agora está vivo espiritualmente. (Ef 2:1,5-6) Entende as coisas de Deus, deseja e tem prazer nelas. (I Co 2:14-16)
O domínio do pecado sobre ele foi quebrado. (Gl 5:24, Rm 6:6,11,14,18,22) Apesar de ainda ser tentado, ele agora é livre para optar por não pecar. (I Jo 2:1)
Reconhece que sua vida pertence a Deus. (II Co 5:15, I Co 6:19,Rm 14:7-9) Agora busca a vontade dEle em tudo. (I Co 10:31, Cl 1:10)
Foi perdoado e retirada toda a condenação, pois Jesus já recebeu a punição por seus pecados. (Hb 8:12, 10:17, Rm 3:25, I Jo 4:10)
O Espírito Santo habita dentro dele, o ensina, o conduz e o edifica, para que Cristo seja formado nele, até que ele receba um corpo glorificado, completamente livre do pecado, com o qual habitará com Deus eternamente. (I Co 6:19, Jo 14:26, Gl 4:19, Ap 21:3)
Resumindo, Deus resolveu os 2 problemas: transformou seu coração e perdoou seus pecados, por isso está com Deus. (Ez 36:25-27, Ef 2:18)

Existem certas afirmações que são chaves para o entendimento da salvação:


1 - A salvação não é alcançada por obras. (Ef 2:8-9)
2 - Fé e arrependimento são condições para a salvação. (Mc 1:15, At 3:19)
3 - Deus é quem salva o homem, e não: o homem se salva. (Lc 9:56, Lc 17:33)
4 - Só é salvo quem nasceu de novo. (Jo 3:3)
5 - Os salvos praticam naturalmente boas obras. Elas são frutos de alguém salvo. (Tg 2:14-26)

Agora vamos comentar um pouco cada uma dessas afirmações:

1 - O homem não consegue se salvar por meio de obras. Por quê? Porque Deus exige PERFEIÇÃO mas todo homem é pecador e por isso nunca atinge o padrão divino. (Mt 5:48, Gn 17:1, I Pe 1:16) Por mais que o homem se esforce, nunca será o suficiente. (Tg 2:10-11) Até Jesus confirmou que era impossível o homem se salvar por prática de obras. (Mc 10:26-27) Nossa justiça diante de Deus não passa de trapos de imundícia, por isso, toda a humanidade já está condenada. (Is 64:6) Paulo explica tudo isso em detalhes em Romanos 1 a 3. Recomendo que leia cuidadosamente.

2 - Entretanto, há duas condições para que uma pessoa seja salva: fé e arrependimento. Fé em Jesus e no seu evangelho. Se alguém não crê em Jesus está dando as costas para sua salvação. (Mc 16:16, Jo 3:18) Fé em Jesus é mais que um consentimento intelectual de que "existiu um homem chamado Jesus", é crer de coração no Filho de Deus que morreu pelos pecadores de maneira que esta verdade transforme sua vida e sua visão do mundo. (Rm 10:9-11) É crer que o Filho Santo de Deus viveu, sofreu e morreu por você! Isso é chocante! Se alguém realmente crê que Jesus salva, essa pessoa irá buscá-lo com todas as forças para ser salvo. Arrependimento não de apenas um ou outro pecado, mas de uma vida pecaminosa, de uma vida independente de Deus.

3 - O homem não se salva com boas obras, mas se apresenta diante de Deus, com fé e arrependimento e clama por salvação. Jesus prometeu que todos os que fazem isso não serão rejeitados. (Jo 6:37) Deus então declara essa pessoa justa! (Rm 5:9, Rm 8:30) É este ato de Deus que a salva, e não suas boas obras. A santidade de Jesus (que foi perfeito e atingiu o padrão de Deus) é imputada a nós! (I Co 1:30) Não há salvação independente de Deus, é Ele quem nos torna filhos. Veja bem: não é por mérito, não importa o que a pessoa fez no passado, se ela buscar a Deus com fé e arrependimento genuínos Deus a salva. (Gl 2:16, Rm 8:33)

4 - Quando Deus perdoa os pecados de alguém, ele também transforma o coração desta pessoa. (Ez 36:26) Ela então nasce de novo, não fisicamente, mas espiritualmente. É agora nova criatura, filha de Deus! (Jo 1:12) Tem um novo coração dado por Deus. Não existe salvação independente desta transformação. (Jo 3:3)

5 - Como resultado da tranformação interior, o salvo passa a praticar boas obras e ter uma vida de santidade e comunhão com Deus. (Ef 2:10, I Jo 3:7) Não que ele nunca mais vá pecar, mas o pecado passa a ser um acidente e não mais uma prática. O salvo tem convicção da sua salvação. (I Jo 3:8-10, Rm 8:16)

Existem alguns vídeos e textos neste blog cujo objetivo é mostrar que se alguém ainda não teve seu coração transformado (novo-nascimento), com certeza ainda não foi salvo. (Jo 3:3) É um alerta àqueles que nunca se entregaram a Cristo e acham que só porque vão à Igreja no domingo já foram salvos. Jesus ensinou que pelos frutos conhecemos a árvore, ou seja, as atitudes exteriores mostram o que há no interior. (Mt 7:15-23) João Batista pregava que os frutos mostram se houve um verdadeiro arrependimento. (Mt 3:8) Romanos nos ensina que a salvação não vem pelas obras, e Tiago nos ensina que os salvos praticam boas obras. As boas obras não salvam, mas fazem parte da vida dos salvos.

Quanto a "quantos serão salvos", infelizmente a Bíblia afirma que são poucos. (Mt 7:14, Lc 13:23-24)

Recomendo também que assista o vídeo com o mesmo assunto "Pregação Chocante" no meu blog.

Daniel Solano

2 comentários:

  1. Muito boa explicação Daniel...
    Parabéns, que Deus continue lhe concedendo essa sabedoria no entendimento da palavra

    cris

    ResponderExcluir