Pesquisar neste blog

31 de jul de 2009

Sobre Leonard Ravenhill

Leonard Ravenhill nasceu em 1907 na cidade de Leeds, em Yorkshire, Inglaterra. Após sua conversão a Cristo, ele foi treinado para o ministério na Faculdade Cliff. Logo tornou-se evidente que evangelismo era seu forte, e ele se envolveu nisto com muito vigor e poder. Depois ele veio a se tornar um dos pioneiros em evangelismo ao ar livre da Inglaterra no século 20. Suas reuniões nos anos da Guerra arrastaram multidões na Inglaterra, e grande número dos seus convertidos não apenas seguiram o Salvador para o Reino, mas também para o ministério e para o campo missionário no mundo. Em 1939 casou-se com uma enfermeira irlandesa chamada Martha. Juntos eles tiveram três filhos. Paul e David são pastores e Philip é professor. Ao contrário de muitos evangelistas de hoje, as conversões causadas pela pregação de Leonard eram geralmente conversões duráveis. Isto foi porque ele não diminuiu a força e a eficácia do evangelho enquanto pregava. Quando idoso, Leonard e sua família se mudaram para os Estados Unidos, onde trabalhou com a Bethany House Publishers. Nos anos 80, Leonard e sua família se mudaram para perto de Lindale, Texas, a uma curta distância do Last Days Ministries. Leonard regularmente dava aulas no Last Days Ministries, e foi um mentor do falecido Keith Green.


A. W. Tozer, que foi um amigo de Leonard, diz sobre Leonard: "O débito que o povo de Deus tem para com esses servos dele é tão vultoso que nunca poderá ser pago. E o curioso é que eles raramente pensam em saldá-lo enquanto esses indivíduos estão vivos. Em compensação, a geração seguinte o exalta, escreve livros sobre seus feitos, como se, instintivamente e meio sem jeito, quisesse desincumbir-se de uma obrigação que a geração anterior praticamente ignorara. "Quem conhece Leonard Ravenhill vê nele esse especialista espiritual, esse homem enviado por Deus, não para realizar um ministério na obra regular da igreja, mas para fazer frente aos profetas de Baal, desafiando-os em seu próprio território, para envergonhar os negligentes sacerdotes que oficiam no altar, para enfrentar os falsos profetas, e advertir o povo que está sendo desviado do caminho certo por influência deles. "Um homem como esse às vezes não é companhia muito apreciada”.


O evangelista profissional que sai correndo do culto assim que ele se encerra, e vai para um restaurante de luxo contar piadinhas com os amigos, talvez o considere uma presença embaraçosa. Pois ele não é desses que conseguem silenciar a voz do Espírito Santo em seu coração como quem fecha uma torneira. Ele insiste em ser um crente fiel o tempo todo, onde quer que esteja. E nisso também distinguese de muita gente.”Eu o conheci em 1989, quando ele estava com 82 anos de idade e com a saúde fragilizada. À primeira vista, eu não pensei que Deus poderia ainda usar este frágil homem de cabelos brancos. Ele caminhava sem firmeza e lentamente, e algumas vezes precisava de ajuda para se levantar e sentar em sua cadeira. Porém, assim que abriu sua boca, eu imediatamente notei que minha impressão inicial estava errada. Com 82 anos, Leonard ainda falava com fogo e convicção, e parecia que seu olhar estava penetrando bem dentro da minha alma. Durante os últimos anos de sua vida, Leonard liderou uma reunião de oração que ocorria uma vez por semana (depois uma vez por mês), e era frequentada primeiramente por pastores e evangelistas. Alguns destes homens viajavam cerca de 4 horas para participar destas reuniões de oração. Eu compareci a estas reuniões de 1989 até que eles terminaram no verão de 1994, poucos meses antes da morte de Leonard. Durante os anos que frequentei a estas reuniões, eu nunca saia de lá sem haver sido profundamente desafiado pelo que Leonard havia dito.

Um dos dons de Leonard era a habilidade de espontaneamente formular frases espiritualmente impactantes enquanto falava. Essas eram curtas e memoráveis observações acerca de Deus, da igreja e do mundo.


Autor: David Bercot
Retirado do site: Habitantes de Sião

Nenhum comentário:

Postar um comentário